Recentemente o MPP, que é o maior grupo em prol da legalização da erva nos Estados Unidos lançou uma campanha informando que a Maconha é mais segura que o álcool.

Agência Federal se aquece para rebater alegação

Apesar de amplas pesquisas contrárias, o Instituto Nacional Sobre Abuso de Drogas disse que isso “não pode ser comprovado”, que a maconha é mais segura que o álcool.

Os defensores da maconha, estão se perguntando o que as pessoas do instituto andam fumando.

INAD divulgou um comunicado negando a afirmação em um anúncio recentemente produzido pela “Marijuana Policy Project” que mostra a maconha sendo “menos tóxica” que o álcool.

“Não se deve afirmar que a maconha é menos tóxica que o álcool, já que cada pessoa possuí seu próprio conjunto de riscos e consequências – disse a Agência Federal, que faz parte do Instituto Nacional de Saúde.

O “Marijuana Policy Project” cita estatísticas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, que mostram que enquanto 41.682 mortes foram atribuídas ao álcool, em 2010, a maconha não foi listada como a causa da morte de nenhuma pessoa.

” Não nos surpreende ” – retalhou rapidamente o Marijuana Policy Project, em relação a declaração absurda do instituto.

“Os Centros de Controle de Doenças, dos EUA informam não somente que o uso da maconha, não provoca overdose como na história, nunca ocorreu uma morte pelo seu uso”, disse Mason Tvert, diretor de comunicações do MPP ao jornal Daily News. “Ele informa que a cada ano morrem 10 mil pessoas somente pelo uso do álcool e centenas devido ao alcoolismo”

A poeira do debate foi levantada, após o “Politifact” – uma espécie de “medidor da verdade”, formado por jornalistas e pesquisadores, que analisam opiniões de políticos e lobistas, após questionarem a veracidade da afirmação.

Ainda assim a toxicidade não se limita a causa da morte, e a ‘Politifact” conversou com Dr. Richard Gable, que realizou um estudo de oito anos sobre o uso recreativo de drogas, cujos resultados tendem as reivindicações da “Marijuana Policy Projet”

“Nenhuma droga é boa para os adolescentes, mas quando se trata das chances de morte por overdose química, a maconha é cerca de cem vezes menos tóxica que o álcool ou a cocaína.” – disse Gable

Embora muitos especialistas afirmem que a maconha não deva ser considerada uma droga benigna desprovida de riscos à saúde, após o levantamento da “Politifact”, finalmente ficou decidido que a afirmação de que a maconha é menos tóxica que o álcool “era mais verdadeira”.

“O que é engraçado, é que “PolitiFact” sentiu a necessidade de questionarem nossa afirmação, só por não ser feita por uma agência federal”, disse Tvert.

A campanha encomendada pela Marijuana Policy Project, que é o maior grupo em prol da legalização da droga nos Estados Unidos tem como objetivo mostrar como a cannabis sativa, ainda proibida na grande maioria dos países, incluindo o americano, causa muito menos danos à saúde do que o álcool, legalizado na maior parte do globo.

“Ela não possui calorias, não provoca ressaca e não está ligada a atos de violência ou imprudência. Maconha: menos prejudicial do que o álcool. É hora de tratá-la dessa forma”, explica o vídeo.

Confira:

Não tem como negar a Maconha é muito menos danosa que o álcool, conforme relatado acima, que vitimou 41.682 mortes em 2010, contra nenhuma do “Gererê” até hoje. Qual a opinião dos Buddies!?

Tradução SmokeBud

Via Daily News

 

 

  • Eu não to conseguindo entender se o INAD ta a favor ou contra a alegação do MPP.