Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um acidente em San Diego, na California, envolvendo um carro esportivo de luxo deixou um homem morto e uma mulher ferida no domingo. Os bombeiros dizem que o Lamborghini que o homem estava esmagou uma palmeira e explodiu. O que poucos sabiam é que se tratava de um golpista que seria condenado próximo mês.


Assine o nosso canal e veja primeiro

Um policial da Harbour patrulhando a área estava no local do acidente e na terça-feira, o Departamento de Exame Médico do Condado de San Diego confirmou que a unidade era Michael Llamas, de 33 anos.

Desconhece-se por que Llamas estava indo tão rápido em um Lamborghini de limão verde – os bombeiros dizem que ele estava indo bem mais de 160 km por hora.

Llamas, foi o primeiro CEO da Medical Marijuana Inc., fornecedora de produtos de cannabis, e que se diz a primeira empresa pública de seu tipo.

Leia também:  Entenda a resolução do CFM e o que muda sobre a prescrição do Canabidiol

A Medical Marijuana Inc. detentora da marca HempMeds se posicionou sobre o ocorrido:

“A empresa soube que Michael Llamas morreu em um acidente de trânsito durante o fim de semana em San Diego. A companhia lamenta a perda de um dos seus fundadores visionários. O Sr. Llamas foi um incrível filantropo e mudou inúmeras vidas em todo o mundo.”

Medical “Lobby”
A HempMeds e a Medical Marijuana também já foram acusadas por ativistas de tentar “frear” a legalização em pró do seu medicamento à base de maconha. A ideia é que com a proibição do cultivo de maconha os remédios venderiam muito mais!

Michel LLamas mudou inúmeras vidas, só que não!
Junto com a matéria na gringa foi revelado uma outra faceta de Michel. Há um blog inteiramente dedicado, o que o site chama, vítimas dos golpes familiares do Llamas.

Leia também:  No Uruguai, ativistas descartam recuo de Tabaré sobre maconha

Depois de servir cerca de três anos como CEO da Medical Marijuana Inc, a Llamas renunciou em 2012 ao ser indiciada em conexão com um esquema de fraude hipotecário que custou às agências de empréstimo e outras vítimas mais de US$10 milhões.

Llamas teve dúzias de ônus fiscais contra ele de acordo com registros judiciais e estava envolvido várias ações judiciais.

Naquele ano, ele foi acusado de estar envolvido em um esquema de pirâmide e se declarou culpado.

No ano passado, Llamas se declarou culpado na conspiração para cometer fraudes em escala. Ele estava na fila para ser condenado no próximo mês, de acordo com registros do tribunal.

Via CBS8

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here