Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Numa clara demonstração de luta pela liberdade e contra o proibicionismo, a ACP – Advogados Contra o Proibicionismo, divulgou, na última semana, uma nota de repúdio à OAB do Ceará e à sua associada, Rossana Brasil, que insistentemente nas audiências públicas do senado sobre as drogas – #SUG8, designadas pelo Senador Cristovam Buarque, tentam de forma anti-democrática e caluniosa, calar o debate que visa uma reformulação da política anti-drogas no país.

NOTA DE REPÚDIO CONTRA A ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DO ESTADO DO CEARÁ – OAB/CE

A Ordem dos Advogados do Brasil tem como indelével em seu brilhante histórico a firme atuação no processo de redemocratização do país. Vários membros foram perseguidos pela Ditadura Militar que assolou o nosso Brasil por 21 anos a fio, com os direitos à liberdade de expressão e locomoção cerceados, até que os primórdios da democracia fossem alcançados a duras penas e muita luta, como a do memorável e exemplar advogado Sobral Pinto, para citar um dos maiores exemplos.

Democracia pressupõe abertura para o diálogo franco da população e a OAB-CE vem participando ativamente das audiências públicas designadas pelo Senador Cristovam Buarque perante a Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa do Senado Federal, por intermédio da presidente da Comissão de Políticas Públicas Sobre Drogas da OAB Ceará, Rossana Brasil, que, associada ao grupo Brasil sem Drogas e o movimento “Maconha Não”, reiteradamente tenta calar o processo democrático de tema tão caro à sociedade que é o do fim da guerra aos pobres, travestida maquiavelicamente pelo cognome “guerra às drogas”. Grupos estes que guardam vieses notadamente religiosos e fundamentalistas, com o fito de espalhar mais medo e inverdades à sociedade, como faziam os militares à época das liberdades tolidas, ao invés de se dispor ao diálogo franco e análise das pesquisas aprofundadas sobre o que as ciências biológicas, químicas e sociais, aliadas às experiências mundiais, têm a demonstrar. Um dos membros do grupo que a Sra.Rossana é associada, chegou ao máximo do desrespeito ao acusar de forma caluniosa um cientista convidado pelo senador, de fazer apologia às drogas.

É inadmissível, portanto, que esta Seccional se coloque contrária ao diálogo democrático de maneira tão peremptória e definitiva, ao invés de incentivá-lo, ao menos em memória aos membros que lutaram pelo fim da ditadura. Sua representante, portanto, macula a imagem dessa Seccional do Ceará e também dos advogados que representa.

Atenciosamente,

Forum Advogados Contra o Proibicionismo – ACP
Pela Ampla Discussão Sem Tabus e Erradicação da Violência
Advinda da Política de Guerra às Drogas

Aperte e Leia: A quem realmente interessa a proibição?

Curta ACP no Facebook: https:https://www.facebook.com/advogadocontraoproibicionismo

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

Não há comentários ainda, seja o primeiro a comentar!