Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O primeiro dia do ano coincidiu também com o início da venda de maconha para fins recreativos no estado, fato que acabou sendo o maior motivo de comemoração para alguns do que o próprio réveillon. Pouco após a meia-noite desta segunda-feira, clientes já faziam filas em frente aos estabelecimentos. As informações são d’O Globo.

O ano de 2018 começou com filas para muitos cidadãos americanos que queriam comprar maconha na Califórnia, Estados Unidos. O primeiro dia do ano coincidiu também com o início da venda da droga para fins recreativos no estado, fato que acabou sendo maior motivo de comemoração para alguns do que o próprio réveillon. Pouco após a meia-noite desta segunda-feira, clientes já faziam filas em frente aos estabelecimentos.

Na cidade de Sacramento, capital do estado, 25 pessoas amanheceram na fila em frente a uma das 50 lojas recém-licenciadas para a venda, onde houve até uma celebração com direito a corte de fita de inauguração. A loja já vendia maconha para fins medicinais desde 2009. O primeiro cliente com intuito de comprar a droga para fins recreativos foi Mike Shorrow, de 63 anos. Usuário há décadas, ele adquiriu quatro gramas de maconha e pagou cerca de US$ 100 (em torno de R$ 320), valor que achou um pouco alto, mas que, segundo ele, valeu a pena por ter evitado a compra no mercado negro.

Leia também:  O promissor mercado bilionário da maconha

— Isso é algo que todo esperamos, algo que pode ajudar muitas pessoas e não há motivo para não compartilhar isso — comemorou o tatuador Johnny Hernandez, acrescentando que espera que a legalização da maconha possa diminuir o estigma contra os usuários.

Americanos iniciam 2018 fazendo fila para comprar maconha na Califórnia
O empresário Steve DeAngelo, ativista pela legalização da maconha, faz a primeira compra legal de maconha para fins recreativos na California – ELIJAH NOUVELAGE / REUTERS

A lei que libera a venda da droga para fins recreativos vem duas décadas depois que a Califórnia legalizou o uso para fins mediciais. A venda pode ser feita para adultos com idade a partir de 21 anos. A Califórnia é o sexto estado dos Estados Unidos e, de longe, o mais populoso, a se legalizar para além da maconha medicinal e permitir a venda de produtos de cannabis de todos os tipos a clientes de pelo menos 21 anos de idade.

Leia também:  Representantes do México, Uruguai e Canadá conhecem comércio legal da maconha nos EUA

Colorado, Washington, Oregon, Alasca e Nevada foram os primeiros a introduzir as vendas de maconha para uso recreativo de forma regulada, licenciada e tributada pelo governo. Massachusetts e Maine devem seguir no mesmo rumo este ano.

Um presença marcante nas compras de Ano-Novo foi o empresário e ativista pela legalização Steve DeAngelo, de 59 anos. Ele foi o primeiro cliente de um dos maiores estabelecimentos do ramo na California, chamado Harborside. Kathleen Santos, 50 anos, foi outra que aguardou na fila para estar “na vanguarda” dos esforços de legalização. Ela disse que tem comprado maconha com um cartão médico há anos e não concorda com a alta tributação sobre a droga, mas espera que a indústria agora seja mais regulamentada.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here