A Apple, que adota rigorosas regras à App Store para que a ‘ordem’ seja mantida entre os desenvolvedores, optou por trazer de volta o aplicativo MassRoots. As informações são do Olhar Digital.

A maconha não está mais totalmente vetada na loja de aplicativos da Apple. O tema agora é permitido ao menos nos lugares onde o consumo da planta foi legalizado – algo que vem ocorrendo aos poucos desde que os Estados Unidos passaram a relaxar a proibição.

Até a última sexta-feira, aplicativos sobre maconha eram proibidos de permanecer na App Store, o que vinha gerando uma série de protestos e motivou até uma petição organizada pelo pessoal da rede social MassRoots – mais de 10 mil usuários do serviço mandaram e-mails para a Apple contra a medida.

Aperte e leia: Personalize seu Android com esses widgets de Bateria com cigarros de maconha

Então, no fim da semana passada, a rede social divulgou um texto comunicando sua volta à loja da Apple. A empresa da maçã só fez uma exigência: que o uso do serviço seja exclusivo às regiões onde a planta já está legalizada.

Isso significa que só nos Estados Unidos donos de dispositivos da Apple em 23 Estados poderão acessar este e, possivelmente, outros aplicativos voltados ao consumo de maconha.