O título acima poderia ser o original da matéria, mas não é! Logo antes de começarmos a ler, vale ressaltar ao leitor o que muitos dizem por aí, baseado em pré-conceitos, com uma entonação pejorativa e racista, enquanto não é verdade.

– “não adianta que eu não consigo gostar de maconheiro.. oh raça fdp essa de maconheiro…”*

Não é por causa da maconha, que a pessoa se transformará em um monstro, o usuário de maconha é uma pessoa comum, tão comum que pode ser o Gerente do seu banco, a pessoa que te atende nos lugares e até a que está do seu lado, mas tem medo de se expor, por causa de toda criminalização e estigmatização feita em cima do usuário da erva.

O caso de Bob Erb, já foi noticiado, aqui na fan page e em outros meios. Bob ficou conhecido por ganhar 25 Milhões de Dólares, na loteria em 2012 e por ser ativista pela legalização da maconha no Canadá, já tendo investido mais de 1 Milhão de Dólares na luta.

O canadense, também destinou mais de US$ 7 milhões para diversas outras causas sociais. Confira mais ~//migre.me/fe9Le

Para fechar e entrar na matéria sobre a doação dos 20 Mil. Deixamos para apreciação de todos (+1 vez), o infeliz comentário feito por um Policial (que deve servir e proteger), enquanto o mesmo debatia, com um ativista que luta pela legalização da maconha e compartilhe com a gente a sua conclusão no final.

“Maconheiro é uma raça fdp?”

– “não adianta que eu não consigo gostar de maconheiro.. oh raça fdp essa de maconheiro…” ~ *Trecho retirado de um comentário feito por um agente da PMERJ

**

Ganhador da loteria deixa R$ 20 mil de gorjeta a dono de restaurante

Canadense Bob Erb ficou sensibilizado ao ouvir história de homem. Milionário deixou quantia após pedir hambúrguer e fritas.

Um dono de restaurante na província de Saskatchewan, no Canadá, ficou perplexo ao receber uma gorjeta de R$ 20 mil de um ganhador da loteria, após o homem pedir apenas um hambúrguer acompanhado de batatas fritas.

Clifford Luther contou à emissora “CTV” que Bob Erb, ganhador de R$ 50 milhões na loteria americana, passou pelo estabelecimento e começou a conversar com o dono. Ambos falaram durante horas, e Clifford acabou revelando que a filha tinha sido diagnosticada com câncer há pouco tempo, sem saber que o cliente era um milionário.

Erb, que estava a caminho do enterro das cinzas do pai, ouviu a história e foi embora. Cinco dias depois, o homem voltou ao mesmo restaurante, fez o pedido e, ao final, pediu a conta. “Ele me pediu uma caneta e disse: ‘cobre a conta a partir disso’”. Era um cheque de US$ 10 mil, e ele adicionou que a quantia “iria ajudá-lo”.

“Isso mostra o quão boas as pessoas podem ser. Há muita gente que se preocupam com o próximo”, disse Luther.

Robert “Bob” Erb é um conhecido ativista canadense que luta pela legalização da maconha no país, ficou famoso ao contar que mais de US$ 1 milhão do montante foi destinado para promover sua campanha pela legalização da droga no Canadá, além de gastar mais de US$ 100 mil em eventos para celebrar o “Dia da Maconha”, comemorado em 20/4 ao redor do mundo.

1017050_610139105677717_1612278543_n

Fonte: G1
//migre.me/feasZ