Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

No momento onde tramita o PLC 37/2013 e antes da ONU sugerir pela primeira vez a descriminalização do porte de drogas para consumo próprio, o ativismo brasileiro lançou uma petição pública que exige a descriminalização do porte de drogas para uso pessoal no Brasil. As informações são da revista Fórum.

Ativistas questionam o artigo 28 da Lei sobre Drogas que, segundo eles, criminaliza a vida pessoal do cidadão

Ativistas lançaram petição pública no Portal e-Cidadania que pede a “descriminalização do porte de drogas para consumo pessoal e o reconhecimento da inconstitucionalidade da Art. 28 da Lei 11.343 de 2006”, que instituiu o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas – Sisnad e proíbe o plantio e a posse de drogas para o uso pessoal.

A petição argumenta que a “lei de drogas criminaliza conduta que não extravasa a vida privada do cidadão” e que o “Art. 28 da lei fere o inciso X do Art. V da Constituição Federal, que garante como invioláveis a intimidade e a vida privada. Portanto, “se o cidadão tão ofende tão somente bens jurídicos pessoais, não há crime”. Para que o debate seja feito em audiência pública na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, são necessárias 10 mil assinaturas. Para aderir, clique aqui.

O debate proposto pelos ativista vem justamente em um momento onde tramita o PLC 37/ 2013, de autoria do deputado federal Osmar Terra (PMDB-RS), que visa radicalizar a política de “guerra às drogas no Brasil”, instituir a internação compulsória como política de Estado e criminalizar o pequeno traficante e também os usuários. Inúmeros especialistas já se posicionaram contra o PLC e disseram que ele vai na contramão do atual debate sobre políticas de drogas.

Aperte e Leia: ONU sugere pela primeira vez descriminalização do consumo de drogas
Você é contra a Lei de Drogas? Manifeste seu apoio!

Uma ação semelhante a esta fez com que o Senado acatasse a sugestão de pauta e iniciasse o debate. Após coletar 20 mil assinaturas, a Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado aceitou a proposta e designou o senador Cristovam Buarque para ser o relator. A partir de agora, inúmeras audiências públicas sobre o tema. Confira, na edição 135 de Fórum, matéria com o propositor da ação, que traçou um panorama a respeito do debate sobre a regulamentação da maconha no Brasil.

Na Pontinha… 

Leia a proposta de Audiência Pública e APOIE AGORA
https://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaopropostaaudiencia?id=11061

Basta acessar o link e preencher os campos NOME, E-MAIL e CÓDIGO DE VALIDAÇÃO e clicar em EU APOIO. Após isso, CONFIRME clicando no link do e-mail enviado para o endereço preenchido. Pronto seu apoio a favor da descriminalização

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

Não há comentários ainda, seja o primeiro a comentar!