Desde que foi eliminado do “Big Brother Brasil 18”, Mahmoud utiliza a sua conta no Twitter para comentar sobre o jogo. E recentemente fez sobre Viegas, um antigo adversário, repercutiu MUITO mal. Seguindo o discurso de que o músico é maconheiro, Mahmoud publicou uma imagem de um policial carregando um pé de maconha, com a legenda:

Outros ex-participantes saíram em defesa do brother:

“Tweets infelizes que querem ‘denegrir’ a imagem de um jogador! Nosso colega Mahmoud, sexólogo, homossexual, inteligente se demonstra mal informado. Afinal, Viegas, preto…tampouco e faz uso da erva medicinal! Triste!”, escreveu Nayara, também participante do “BBB 18” no Twitter.

“Sabe o mais louco de tudo isso, é que você colocar um pé de maconha sendo confiscado pela polícia militar sendo a única forma de tirar um homem negro da casa. Mas é isso, os privilégios sempre protegem alguns. Não vai ser esquecido”, disse o perfil oficial de Viegas no Twitter. Após uma seguidora dizer que ficou triste com a imagem, o perfil completou a mensagem:

“A gente também, e Viegas vai ficar ainda mais quando ver. Porque o jogo acabou lá dentro, ok. Mas as coisas feitas no pós corroborando para a violência sistemática atrelando polícia a um corpo negro é lamentável. Depois do que houve com Marielle fazerem essa brincadeira… triste”.

Leia também:  Fantástico mostra policiais que prendem usuários de droga como traficantes para alcançar meta

Para não passar mais vergonha, Mahmoud apagou o tweet e pediu desculpas pelo ocorrido com o seguinte texto:

“Venho por aqui pedir desculpas pelo post que fiz ontem. Minha intenção era aludir ironicamente ao fato do jogador ser chamado de ‘planta no jogo’ por alguns internautas e não notei que seria um pé de maconha. Apaguei o tweet. Não coaduno com nenhum tipo de discurso racista. Eu agradeço pelo seu comentário. Aprendi na faculdade que preconceitos e estereótipos racistas são tão enraizados no nosso dia-a-dia e no nosso discurso que às vezes os propagamos sem nos darmos conta disso. Peço desculpas novamente e reitero: minha intenção é fazer posts irônicos sobre a atitude dos jogadores dentro do confinamento. Não coaduno com nenhum tipo de discurso segregatício seja racista, homofóbico, machista etc.Peço desculpas mais uma vez e agradeço novamente pela reflexão que essa resposta me proporcionou. Como disse Angela Davis: não basta não ser racista, tem que ser anti-racista. Abraços!”

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here