Você está lendo

Câmara de Florença na Itália descriminaliza uso da maconha

Em Florença Câmara descriminaliza uso da maconha. Medida visa auxiliar pessoas que precisam de tratamento. Confira as informações são da agência italiana de notícias – ANSA.

“Superar os limites da proibição que caracteriza a legislação italiana”. Foi com esse objetivo que a resolução apresentada pelos conselheiros do Partido Democrático (PD) foi lançada nesta segunda-feira (10) pela Câmara Municipal de Florença. A medida visa a descriminalização do consumo, do cultivo para uso pessoal e pela cessão do direito a pequenas quantidades de maconha e seus derivados.

Andrea Pugliese (PD), ao apresentar a resolução para a assembleia, lembrou algumas novidades da lei nos últimos tempos. “A primeira é a sentença da Corte constitucional que declarou inconstitucional a lei “Fini-Giovanardi”, que equiparava drogas pesadas a drogas leves”, declarou Pugliese.

Leia também:  Pesquisadores pedem liberação de Canabidiol

Após essa fala, Pugliese falou sobre a intervenção de Umberto Veronesi [oncologista e político] que “explica como a liberação e a educação são instrumentos de ensino – não a proibição”. Ele continuou lendo as observações de Veronesi. “É absurdo renunciar a um potente analgésico por ter “culpa” de usar uma substância surpreendente”.

Pugliese ainda lembrou à Câmara “outra a decisão de sexta-feira (07) do Conselho dos Ministros de não impugnar a lei da região de Abruzzo sobre o uso terapêutico da maconha”. Segundo ele, “essa decisão foi muito sábia e importante sob o ponto de vista terapêutico, jurídico e político”, finalizou Pugliese.

medico maconha

Comente

Escreva seu comentário