Valor foi arrecadado no primeiro mês após a legalização da erva.

Enquanto o Brasil não regular a maconha, não veremos nem de perto um valor próximo a este nos cofres públicos. Valores que antes iriam para o tráfico, com a maconha legal, os impostos arrecadados serão usados na construção de escolas, campanhas educacionais e de redução de danos. As informações são da France Presse / G1.

A venda legal de maconha no estado do Colorado, nos Estados Unidos, permitiu uma arrecadação de US$ 3,5 milhões em impostos e taxas no primeiro mês após a liberação da droga, segundo o departamento estadual da Fazenda.

O valor inclui US$ 2,9 milhões em impostos sobre a compra da maconha para fins recreativos ou medicinais e US$ 600 mil em outras taxas apenas no mês de janeiro, informou a Fazenda do Colorado.

Colorado, conhecido por “Rocky Mountain” por seu solo rochoso, legalizou a maconha em 2012, mas fez história a partir de 1º de janeiro, ao inaugurar lojas de venda da droga para uso recreativo, com imposto indireto de 15% e direto de 2,9%.

“O primeiro mês de venda da maconha recreativa foi de acordo com o esperado”, destacou a chefe da Receita do Colorado, Barbara Brohl, advertindo que serão necessários vários meses para determinar claramente o tamanho desta indústria emergente.