Os blocos de ruas que celebram a cultura canábica e gritam pela legalização, de uma maneira irreverente, se espalham por todo Brasil. Em 2014, a folia canábica arrastou mais de 10 mil foliões as ruas e este ano não será diferente. Confira a agenda dos Blocos Canábicos de 2015

Maconha e carnaval  se misturam muito bem, rendem uma boa brisa, até para quem não usa. Cercado de muita música alegria, amores, confraternização e quase nenhuma confusão, salvo quando não provocada por uns foliões beberrões ou por um policial amargurado. Essa mistura segue ganhando adeptos e novos blocos a cada carnaval que passa, e quem sabe um dia às 4:20 da manhã, a Escola de Samba Unidos pela Legalização da Maconha, desfila na Marquês de Sapucaí.

Segura a Coisa [PE]

Enquanto isso o pioneirismo fica por conta do bloco do Segura a Coisa, com o “Bumba batendo / Levantando fumaça”, nas ladeiras de Olinda, em Pernambuco, desde 1975, nas quarta-feira de cinzas.

Bloco Planta na Mente saúda a vida e pede passagem! [RJ]

No Rio de Janeiro, a quarta não é de cinzas e sim de brasas. Mais popular, nas rodinhas canábicas e na folia carioca, o Planta na Mente marca presença no carnaval desde 2011, na Lapa. O Planta é o único bloco que mesmo sem carnaval desfila o ano todo, promovendo desde o Baile de Máscaras, Cine-Planta, ritmando as marchas da maconha em todo estado, dia 27 de novembro, a qualquer outro ato libertário, os instrumentos do Planta estão na linha de frente comprovando que o Planta é muito mais que um bloco, Planta na Mente é Ativismo.

Planta na Mente banner

Em uma das maiores e mais belas manifestações em prol da legalização da maconha, no carnaval carioca de 2014, o Planta na mente com muita alegria e seriedade puxou o bloco pela legalização da erva, arrastando mais de 5 mil foliões na Lapa.

“Canta, minha gente canta,
Quem canta seus males espanta,
Viemos cantar com você,
Pra legalizar jererê,
Planta na Mente, Planta!”

Cordao bola presa

Cordão do Bola Presa [SP]

Em São Paulo o bloco que chegou fazendo a cabeça em seu primeiro desfile, no ano passado, foi o Cordão da Bola Presa. O bloco é organizado pelo coletivo Alterando a Consciência e convoca a todos para desfilar este ano embalado pelos versos:

“O Bola Presa chegou ???
Perguntando porque a erva é proibida
Se ela só traz paz e amor ???”

 

Bloco Kaya na Gandaia [SP]

Puxado pela Bateria Destemida do Forte, o Bloco Kaya na Gandaia promete sacudir a Madalena em ritmo de samba-reggae e ijexá, tocando seus arranjos carnavalescos para clássicos de Bob Marley e do reggae nacional, além de homenagens aos blocos-afro de Salvador. Este ano o bloco também sai cantando sua primeira composição autoral, a homônima: KAYA NA GANDAIA!

bloco kaya na Gandaia

Fundado com a proposta de tocar os clássicos de Bob Marley em ritmo de samba-reggae, o bloco realizou sua primeira apresentação no carnaval de rua de São Paulo, na Vila Madalena, em 2013.

Bloco do Manjericão [MG]

Belo Horizonte também tem carnaval libertário. A capital mineira recebe nas suas ruas, desde 2011, o Bloco do Manjericão, com o celebre refrão -“Não voucomprar Manjericão / Eu vou plantar no meu jardim / Se todo mundo plantar um / Manjericão, não vai faltar pra mim”. O bloco fecha o carnaval de Belô na quarta-feira.Bloco manjericao

A legalização da maconha, o tema que reuniu cerca de 3000 pessoas na Rua Cobrobró, no bairro Sagrada Família, terminado o cortejo em frente ao bar Gruta, em 2014. O Bloco ressalta em sua letra o valor medicinal e recreacional da erva, incentiva também a liberação para o plantio caseiro.

“Não vou comprar manjericão
Eu vou plantar no meu jardim
Se todo mundo plantar um
Manjericão! Não vai faltar pra mim
Manjericão é muito bom
Manjericão é natural
Manjericão para a bronquite
Manjericão para abrir o apetite
Vão Manjericão!”

[soundcloud url=”//api.soundcloud.com/tracks/188175859″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”150″ iframe=”true” /]

 

IemanJah Rastafari [Es]

O carnaval capixaba também tem maconha entre batuques e versos. Celebrando o seu 3º ano com muita irreverencia e alterando a consciência do mais careta, o bloco IemanJah Rastafari, convida a todos para chegarem juntos com seus instrumentos musicais, boas vibrações e criatividade na castanheira, próximo ao Píer de Iemanjá, para ritmar a luta pela legalização da Planta.

“Odôia, vamos Legalizar, Odôia, salve IemanJah !
Odôia, vamos Legalizar, Odôia, salve IemanJah !(Bis)”

Bloco Iemanjah Rastafari Vitória ES

BatuCannabis [PR]

Calma que não acaba por aqui, a população vai aderindo o gosto pela cultura canábica e um bom exemplo de expansão, é o BatuCannabis, que, em 2015, toca pela primeira vez fora Marcha da Maconha. BatuCannabis chega em 2015 parodiando as tradicionais marchinhas carnavalescas, que ganham tons de legalização.

“Mamãe eu quero / mamãe eu quero
Mamãe eu quero plantar
Ôh legaliza / ôh legaliza / ôh legaliza
Eu já cansei de comprar

Planta filhinho do meu coração
Quebra a violência e a corrupção
Eu tenho a solução / que é muito bacana
Legaliza a erva / e não vai ninguém cana”

“A ideia é se divertir provocando a reflexão através de versos bem-humorados, em um tema que ainda é incômodo e em que há muita desinformação”, comenta André Feiges, integrante do BatuCannabis, ao jornal da UFPR. A proibição do uso da maconha, segundo Feiges, é uma determinação que não leva em consideração as relações sociais atuais: “é algo tão ultrapassado que chega a provocar risos. Então, por que não fazer algumas brincadeiras mais elaboradas com a questão?”, questiona.

Batucannabis

E como as marchinhas adaptadas para a cultura da marola aumenta a cada ano que passa, a galera do BatuCannabis, disponibiliza uma versão para impressão com as paródias de outras canções, algumas feitas a partir dos originais, outras adaptadas do bloco carioca Planta na Mente. (acesse: goo.gl/hDuCGa)

Finalizando ou não, afinal torcemos que apareçam mais registros de movimentações canábicas no carnaval, deixamos o nosso apoio aos blocos libertários. Se você fizer parte de um bloco canábico ou conheça algum que não saiu aqui, envie para gente.

Agenda Carnaval da Marola 2015 

Segura a Coisa:
Na quarta-feira de cinzas, às 23h59, partindo da Rua do Amparo, 32, o Bloco Segura a Coisa sacode as ladeiras de Olinda.

Acesse e confira mais informações, no Facebook: https:https://www.facebook.com/segura.acoisa

Planta na Mente:
Concentração nos Arcos da Lapa, em frente ao Circo Voador e da Fundição Progresso. Com saída marca para as 16h20  o bloco seguirá em cortejo pela rua dos Arcos, rua do Lavradia, rua do Senado, rua Pedro I como encerramento do desfile na Praça Tiradentes.

Acesse e confirme presença no evento, no Facebook: https:https://www.facebook.com/events/333378353538962/?fref=ts
Dia 18 – Quarta-feira de Brasas, concentração às 14h20 e saída às 16h20

Bloco do Manjericão:
Acesse e confira mais informações, no Facebook: [quem tiver informações como link do evento ou página no Face, deixe nos comentários abaixo]
Dia 18 – Saída prevista para às 10h20, na entrada do Minas II e/ou na entrada de baixo do Parque das Mangabeiras (Pça Cidade do Porto).
De lá o Bloco segue pro bar do Zé Pretinho (Rua Herval).
Ps.: a entrada do Parque Mangabeiras fica na Serra e é perto do Minas. 

Cordão do Bola Presa:
Acesse e confira mais informações, no Facebook: https:https://www.facebook.com/pages/Cordão-da-Bola-Presa/626150734120671?fref=ts

Bloco Kaya na Gandaia:
Acesse e confirme presença no evento, no Facebook: https:https://www.facebook.com/events/403439769832781/
Dia 15  – Concentração às 14h e saída às 16h20h, na Rua Belmiro Braga

IemanJah Rastafari:
Acesse e confira mais informações, no Facebook: https:https://www.facebook.com/pages/Marcha-Mundial-da-Maconha-Vitoria-ES/160071924046947

BatuCannabis:
Acesse e confirme presença no evento, no Facebook: https:https://www.facebook.com/events/606828722752071/
Dia 15  – Domingo às 16h20, no Relógio das Flores.

Foto de Capa: Mídia Ninja – Bloco do Manjericão 2014

  • Yghor

    Em Brasília nada? Ô cidade careta!

    • Yghor ainda não pintou um pelo visto, então aproveite a inspiração e puxe um dae!

  • Rolando Braw

    falto goianiaaa

  • Flávia Soares

    Que legal! Imagina em algum ponto central desse Brasil um encontro nacional de blocos canábicos, com seus estandartes, suas baterias, seus naipes de metais, fazendo um grande carnaval libertário, com todos os sotaques, todas as gírias regionais… Ah! só mesmo conhecendo a marchinha dos curitibanos da batucannabis que eu fui entender porque chamam desberlotador de esmurrugador: “corta a murruga dela! corta a murruga dela!” 🙂

    • Adriano Caldas

      temos que fazer acontecer, Flavia!!!