Você está lendo

Corredores Chapados: Corrida produz o mesmo efeito da maconha no corpo, diz estudo

Pessoas que curtem uma boa corrida todos os dias podem ser beneficiados de uma condição conhecida como ‘Runner’s High’ (corredores chapados), em que o indivíduo experimenta uma sensação de euforia similar a da erva, segundo novo estudo realizado na Alemanha.

Sabe aquele sentimento de felicidade, fazendo você se sentir invencível enquanto flutua no ar durante uma corrida? Uma sensação tão prazerosa que com o tempo as pessoas passam a desenvolver uma espécie de vício pela atividade?

Você provavelmente já ouviu falar que é algo chamado endorfina, que seu corpo produz durante os exercícios. A teoria tem sido sustentada por décadas, mas agora os cientistas dizem que a causa mais provável é outra: a anandamida.

Leia também:  Comissão do Senado uruguaio inicia votação sobre legalização da maconha

Pesquisadores da Universidade de Heidelberg publicaram recentemente um novo estudo que desafia esta noção e coloca uma teoria diferente: Essa ‘onda’ – o barato, a sensação de prazer e alívio do stress – após a corrida é devido aos endocanabinóides.

Aperte e leia: Maconha – Exercício Físico libera THC armazenado no Sangue

Os endocanabinóides podem basicamente ser classificados como receptores da maconha no seu corpo, e como a erva, podem impactar uma grande variedade de processos fisiológicos, incluindo o apetite, dor, memória e o humor.

A pesquisa foi publicada no periódico científico Proceedings of the National Academy of Sciences, dos Estados Unidos, e foi realizado com ratos. Para o estudo, os cientistas monitoraram os níveis de ansiedade e de tolerância a dor dos animais, antes e depois de correrem em suas rodas.

Leia também:  Willie Nelson revela em livro ter fumado maconha na Casa Branca

Numa corrida, os roedores em condições normais apresentaram uma redução da ansiedade e um aumento na tolerância à dor. Mas quando os pesquisadores bloquearam a produção de anandamida nos animais, eles descobriram que os roedores estavam tão ansiosos e mais sensíveis, assim como estavam antes da corrida. Quando foi bloqueada a produção de endorfinas, mas deixando o sistema endocanabinóide intacto, os ratinhos ficaram na ‘onda’ dos corredores chapados.

Aperte e leia: Treino com maconha

“Mostramos, assim pela primeira vez que até onde sabemos que os nossos receptores canabinóides são cruciais para o aspecto ‘corredor chapado’ ou ‘Runner’s High’“, segundo os pesquisadores.

Leia também:  #SUG8: Agência da ONU sedia reunião para discutir uso medicinal da maconha

Claro, como o estudo foi realizado apenas com ratos, não é possível ter certeza que os resultados aconteceriam da mesma forma em humanos. Porém se você é um corredor, ou pensa em ser um, esse é mais um privilégio a considerar na próxima vez que você estiver “viajando” – sentindo que está chapado de uma forma completamente legal.

Vimos na High Times, The Washington Post, Mother Nature Network e no MegaCurioso

medico maconha

Comente

Escreva seu comentário