Pessoas que curtem uma boa corrida todos os dias podem ser beneficiados de uma condição conhecida como ‘Runner’s High’ (corredores chapados), em que o indivíduo experimenta uma sensação de euforia similar a da erva, segundo novo estudo realizado na Alemanha.

Sabe aquele sentimento de felicidade, fazendo você se sentir invencível enquanto flutua no ar durante uma corrida? Uma sensação tão prazerosa que com o tempo as pessoas passam a desenvolver uma espécie de vício pela atividade?

Você provavelmente já ouviu falar que é algo chamado endorfina, que seu corpo produz durante os exercícios. A teoria tem sido sustentada por décadas, mas agora os cientistas dizem que a causa mais provável é outra: a anandamida.

Pesquisadores da Universidade de Heidelberg publicaram recentemente um novo estudo que desafia esta noção e coloca uma teoria diferente: Essa ‘onda’ – o barato, a sensação de prazer e alívio do stress – após a corrida é devido aos endocanabinóides.

Leia também:  George Soros doa US$ 1 milhão à campanha para legalizar maconha na Califórnia

Aperte e leia: Maconha – Exercício Físico libera THC armazenado no Sangue

Os endocanabinóides podem basicamente ser classificados como receptores da maconha no seu corpo, e como a erva, podem impactar uma grande variedade de processos fisiológicos, incluindo o apetite, dor, memória e o humor.

A pesquisa foi publicada no periódico científico Proceedings of the National Academy of Sciences, dos Estados Unidos, e foi realizado com ratos. Para o estudo, os cientistas monitoraram os níveis de ansiedade e de tolerância a dor dos animais, antes e depois de correrem em suas rodas.

Numa corrida, os roedores em condições normais apresentaram uma redução da ansiedade e um aumento na tolerância à dor. Mas quando os pesquisadores bloquearam a produção de anandamida nos animais, eles descobriram que os roedores estavam tão ansiosos e mais sensíveis, assim como estavam antes da corrida. Quando foi bloqueada a produção de endorfinas, mas deixando o sistema endocanabinóide intacto, os ratinhos ficaram na ‘onda’ dos corredores chapados.

Leia também:  Nova lei gera controvérsias na Suíça

Aperte e leia: Treino com maconha

“Mostramos, assim pela primeira vez que até onde sabemos que os nossos receptores canabinóides são cruciais para o aspecto ‘corredor chapado’ ou ‘Runner’s High’“, segundo os pesquisadores.

Claro, como o estudo foi realizado apenas com ratos, não é possível ter certeza que os resultados aconteceriam da mesma forma em humanos. Porém se você é um corredor, ou pensa em ser um, esse é mais um privilégio a considerar na próxima vez que você estiver “viajando” – sentindo que está chapado de uma forma completamente legal.

Vimos na High Times, The Washington Post, Mother Nature Network e no MegaCurioso

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here