Quem cultiva sua própria maconha para não contribuir com o narcotráfico, causador de tantas mazelas para a nossa sociedade, é preso pelo crime de tráfico, isso é um tanto contraditório, não acham buddies?

Em Bauru/SP, no último dia 26, foram presos dois irmãos, de 18 e 22 anos, acusados pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico de drogas. Os dois irmãos, com certeza, terão muito mais chances de se tornarem aliados do crime organizado se ficarem na prisão durante anos juntos com presos perigosos e traficantes, do que se estivessem cultivando a sua própria maconha em casa.

Confira a matéria publicada no JC NET

Parece tão óbvio que a criminalização dos usuários contribui com o tráfico de drogas, mas mesmo assim as prisões continuam ocorrendo na contramão da descriminalização das drogas que vem sendo adotada por países de todo o mundo. A própria mídia (tradicional) acaba colaborando com a criminalização desses usuários, difundindo notícias sobre prisões por tráfico sem ao menos entrevistar os acusados para entenderem a sua intenção em fazer o cultivo.

Na casa dos dois irmãos bauruenses foram encontrados um pé e 15 mudas de maconha, 150 gramas da erva, além de balança de precisão (quem não tem uma na cozinha hoje em dia?) e lâmpadas para o cultivo “indoor” (interior), porém não foram encontrados itens como armas, drogas pesadas ou grande quantidade de drogas que poderiam sustentar a hipótese do tráfico, assim, é mais coerente acreditar que os irmãos são cultivadores para consumo próprio do que acusá-los de serem traficantes; apesar de as evidências apontarem para um caso de autocultivo de cannabis, os irmãos foram autuados e no momento estão à disposição da Justiça.

Liberdade aos cultivadores! Diga não ao tráfico de drogas, promova o autocultivo!

Por Joel Rodrigues

Joel, é membro, adm, tradutor, pesquisador, entre outros do SmokeBud

Assine pela Descriminalização do Cultivo de Cannabis para Consumo Próprio