O Repórter Brasil conversou com Cristovam Buarque para discutir a regulação do uso recreativo da ‪‎maconha‬. Proposta do relator da #SUG8 é que o Congresso enfrente o tema e o debate continue em 2015.

Após o senador presenciar, nas audiências publicas da SUG8, a emoção acompanhada da necessidade pelos pais das crianças que dependem do derivado da maconha, Cristovam Buarque (PDT-DF) elogiou a decisão tomada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de retirar o canabidiol (CBD) da lista de substâncias proibidas no Brasil. Sem avanços no relatório sobre o uso recreativo, o debate deve continuar.

“O Meu relatório não avançou no sentido de definir a regulamentação para fins recreativos e por isso proponho que continue o debate.” – Cristovam Buarque

Quando questionado pelo repórter, por que é importante discutir o assunto, Cristovam foi enfático ao afirmar que fracassamos, e o proibicionismo não está dando certo. Precisamos mudar, sendo a regulamentação uma das formas para esta mudança, reafirmando, ainda, que o Congresso terá que se espelhar no que outros países já fizeram. O senador apoia que a regulação da maconha recreativa venha aliada a uma campanha para redução do uso.

Assista e mande sua mensagem para o senador por e-mail, ou no Alô Senado, apoiando a regulação da maconha recreativa no Brasil. Saiba como após o vídeo.

“Têm que enfrentar as drogas, mas não estamos vencendo da maneira como está então é preciso mudar, e uma dessas maneiras de mudar é regulamentar.” – Cristovam Buarque

Na Pontinha ~ 

Ajude e informe ao Senador Cristovam Buarque que a reclassificação do Canabidiol não representa o avanço que a sociedade quer. Mande sua mensagem por e-mail, ou deixe um recado no Alô Senado, pelo 0800-612211, apoiando e mostrando que a regulação da maconha através de uma nova lei é o melhor caminho para uma mudança definitiva e eficaz na política de drogas brasileira.

Contatos do Senador Cristovam Buarque (Relator da #SUG8):
e-mail: [email protected]
Telefone: (61) 3303-2281 ou através do Alô Senado 0800-612211

Contatos dos assessores do senador:
– Regina Célia Simplicio: [email protected]
– Célio: [email protected]
– Ivonio:  [email protected]

  • tharllys

    estado do colorado arrecadou 3 bilhões com a maconha,por que no brasil ñ se legaliza a maconha e os políticos em ves de roubar Petrobras pode roubar pra eles os impostos da maconha nér ?

  • tharllys

    Acho q o Brasil seria bem a 1 potencia mundial se legalizasse a maconha.