Com seus muros estampando flores de maconha, um edifício a poucas quadras do centro de Montevidéu, funcionará como a primeira biblioteca canábica e sede para associação de estudos da maconha do Uruguai. As informações são da AFP, via UOL.

A iniciativa é da AECU – associação uruguaia de estudos da maconha, a entidade busca difundir informações qualificadas sobre a erva e as várias formas de uso com a criação da primeira biblioteca canábica uruguaia, que  foi inaugurada no último sábado(12).