Autoridades na Bélgica investiga distribuição de bala de maconha a crianças em um desfile de carnaval, mas prefeito acredita que as balas não contenham THC, com informações Efe / Terra

Autoridades de Genk, na Bélgica, ordenaram uma investigação sobre a distribuição de balas “à base de maconha” para crianças que assistiam ao desfile de carnaval realizado na cidade.

As balas de maconha tinham um desenho de uma planta da cannabis na embalagem. Os pais das crianças denunciaram à polícia após descobrir que havia uma indicação de que o produto continha “autêntica cannabis”.

O prefeito da cidade, Wim Dries, disse que, à primeira vista, o produto não contém THC, a substância psicoativa da maconha, porém uma investigação foi iniciada e a bala passará por análise para checar os ingredientes.

Fontes do Ministério da Saúde da Bélgica indicaram ao jornal Het Nieuwsblad que o produto é provavelmente ilegal, já que não foi apresentada nenhuma solicitação para sua distribuição em território belga.