Conforme noticiamos recentemente, após 420 candidatos entrarem na roda para concorrerem ao cargo de chefe do editorial sobre maconha do “The Denver Post”, um veterano e conhecedor da erva assume a função. Confira a informação é via Estadão.

Veterano do The Denver Post vem da área cultural e assume em sua primeira entrevista que já fumou e conhece bem o produto

O jornal americano The Denver Post anunciou a contratação do primeiro editor de maconha da imprensa mundial.

O escolhido para o cargo é o jornalista Ricardo Baca, que a partir de agora vai assumir a cobertura dos negócios relativos ao mercado legalizado de maconha nos Estados Unidos.

O jornal anunciou o novo cargo na semana passada, e imediatamente surgiram muitas piadas na internet sobre o assunto. Agora existe a possibilidade de que a editoria ganhe reforços com mais contratações. Um dos novos cargos será o de um crítico de maconha freelance e um colunista.

A lei que autoriza o uso da erva para fins recreativos no estado do Colorado entra em vigor em janeiro e 18 estados já liberaram total ou parcialmente a maconha no país, o que está fazendo surgir uma nova onda de negócios baseados no consumo de maconha.

Ricardo Baca, na capa do site do The Denver Post após ser confirmado no cargo: “sim, já fumei”

Já fumou. Baca é um veterano do The Denver Post com 12 anos de casa. Ele já atuou na cobertura cultural como editor de entretenimento e crítico de música

Baca disse que esta será “a maior iniciativa para o próximo ano” no jornal e, apesar de a mídia alternativa cobrir o tema há décadas, “nenhum outro meio de comunicação com a força e o alcance do The Post” fez isso até hoje.

O diretor do jornal, Kevin Dale, fez o anúncio em um memorando enviado à redação esta semana.

“Como já dissemos, a legalização da maconha no Colorado é o nosso maior desafio no ano que vem e Ricardo é a pessoa perfeita para levar esta missão adiante. E ele vai precisar de todos os nossos recursos”, escreveu Dale.

“Eu cobri concertos nos últimos 15 anos. Isso significa sair com músicos, trabalhando com pessoas do setor, participando de festivais de música em Austin e do vale de Coachella e Nova York e Los Angeles. Então, sim”, disse Baca, ao ser questionado se já fumou maconha. Mas ele esclareceu que nunca foi um fumante inveterado.