Está aí, Satã? Sou eu, acabei de chegar aqui no inferno, mas não é minha culpa, exceto talvez por ter morrido de overdose de maconha.

Talvez esteja no inferno porque sou gorda – uma verdadeira leitoa.

Se é possível ir ao inferno por ter baixa autoestima, é por isso que estou aqui.

Quem der pudesse mentir e dizer a você que sou um palito, loira e peituda. Mas pode acreditar em mim: sou gorda por uma razão bem boa.

Madison, de 13 anos, é filha de um bilionário e de uma atriz de cinema narcisista, e morre de overdose de maconha. Mas alguém morre de overdose de maconha?

Essa é a pergunta que todos fazem a Madison e, com o decorrer do livro, entendemos como, de fato, as coisas aconteceram.

Condenada, de Chuck Palahniuk, autor também de Clube da Luta e Sobrevivente, é um livro que você vai ler e nunca mais vai se esquecer. Se esquecer, vai querer ler de novo.

 

condenada-chuck-palahniuk-ligia-braslauskas-literratura-r7-700

Fonte : R7
//goo.gl/GQPJO