Em meio a diferentes produtos do universo canábico, o destaque foi para um jogo de cartas da cultura canábica.

Como já dito anteriormente, a exposição trouxe e apresentou diversas vertentes do mercado canábico com stands de sementes, acessórios para cultivo, fertilizantes, revistas e livros, vaporizadores, mas o que mais nos chamou atenção na Expoweed Chile foi um jogo de cartas chamado: Wids Card Games, o nome Wids faz referência a weed, que significa erva em inglês. Criado por jovens chilenos apreciadores da erva, o jogo Wids Card teve seu lançamento programado especialmente para a exposição e sua primeira caixa foi vendida no sábado.

Participantes do evento testando o Wid - Foto Léo Sativa
Participantes do evento jogando o Wids Card Games – Foto Léo Sativa
010_5509 - Cópia
Detalhe de uma das ilustrações chilenas da carta do jogo Wids Card Games – Foto Léo Sativa

O Smkbd conversou com Stefano Mela, um dos criadores do jogo, e ele nos contou que “o jogo é basicamente um jogo de descarte. Ninguém sai vencedor, apenas perde quem acabar ficando com mais cartas na mão”. Mela também disse que o jogo foi inspirado em outros jogos de carta, como por exemplo, o jogo Cuarto Rey. Pesquisando na internet encontramos que o Cuarto Rey é um jogo parecido ao jogo Sueca aqui do Brasil, onde quem não segue regras tem que tomar ou virar algum drink. Wids Card Games tem cartas com diversos castigos e regras escritas. “Tem que cantar, fazer barulho, uma versatilidade muito grande” disse Stefano. Todas as cartas são bastante coloridas e claro divulgam a cultura canábica. As ilustrações são feitas por diversos artistas chilenos, como Tomas Rosas, Rodrigo Videla e Daniela Moral. “Queríamos fazer do jogo uma plataforma, uma vitrine para artistas emergentes chilenos”

Wids ainda não chegou ao Brasil, mas Jáson, um dos sócios do empreendimento nos contou que tem planos de traduzir as regras do jogo para o português e assim expandir essa novidade em solo brazuca.

Wids Card Games

Como jogar Wids (em espanhol)

COMPARTILHE
Matéria anteriorPercepções de um ativista latino
Próxima matériaUm modelo canábico a seguir
Radialista e webjornalista de São Paulo que promove e produz informação relacionada à maconha no Brasil – [email protected]