Você está lendo

Nature Medicine afirma que envelhecimento do cérebro pode ser contido com maconha!

A cada dia que passa as propriedades da maconha chamam mais atenção dos cientistas. Recentemente uma pesquisa publicada na revista Nature Medicine disse pequenas doses de THC (tetrahidrocanabinol) podem melhorar os déficits de aprendizagem e de memória relacionados ao envelhecimento.

A pesquisa foi conduzida por pesquisadores alemães e israelenses, e coordenada por Andreas Zimmer, diretor do Instituto de Psiquiatria Molecular da Universidade de Bonn, na Alemanha.

O estudo, que ainda está em fase inicial, foi feito com ratos de três idades distintas: de 2, 12 e 18 meses. Eles receberam durante 28 dias, baixas doses de THC, posteriormente eram avaliados os comportamentos neurocognitivos e padrões de expressão gênica.

Leia também:  #SUG8: Importação do CBD causa polêmica em audiência e participantes dão voz de prisão a um dos presentes

O tratamento mostrou que ratos mais jovens tem o desempenho comportamental afetado quando se trata de tarefas cognitivas, no entanto a mesma experiência nos ratos adultos e idosos, se mostrou bem positiva quando se trata da capacidade de aprendizado e memorização.

Os cientistas explicam que o canabinoide THC se mostrou super positivo no  comportamento de animais mais velhos. Eles tiveram uma melhor restauração de padrões de expressão genética do hipocampo, a estrutura cerebral relacionada à memória.

Agora o próximo passo são os macacos!

Jonas Rafael Rossatto

Tem 28 anos, é ativista, corinthiano, designer, estrategista de social mídia, palestrante, menino sem endereço que voltou ao Brasil só pra incomodar. É o idealizador e responsável pela tecnologia e design do portal e faz matérias especiais para as seções de Ativismo, Curiosidade e Cultura.
medico maconha

Comente

Escreva seu comentário