Quando a erva é demais, o maconheiro já desconfia. Mais ainda quando há uma proposta para receber semanalmente cerca de US$ 3 mil para fumar maconha em um período de 6 meses. Leia e entenda mais sobre o novo hoax canábico que pegou muita gente – até alguns tradicionais veículos de informação.

Hoax é uma palavra em inglês que significa embuste ou farsa. Um hoax é uma mentira elaborada que tem como objetivo enganar pessoas. A internet é um meio onde há a proliferação de vários hoaxes.

Que a internet é uma fonte infinita de informações, não há como negar. Mas na mesma via, ela nos fornece inúmeras notícias que de tão tentadoras e interessantes, se tornam quase uma verdade absoluta. E foi isso que aconteceu recentemente com um artigo publicado originalmente em um site de notícias ‘Hoax’ chamado Now8News. 

“Você fuma maconha? Você fez uso nos últimos 30 dias? Caso você tenha respondido sim e tem entre 18 e 50 anos, você pode se qualificar para um estudo avaliando os efeitos da maconha no corpo.”

12-mil-fumar-maconha-teste-hoax-origem
Clique para ampliar a imagem

A matéria que supostamente ‘informa’ que um estudo clínico pagará US$ 3 mil por semana para realizar pesquisas sobre os efeitos da maconha no corpo foi publicada originalmente pelo Now8News no último dia 30 de agosto.

Apesar de tentador, o novo “estudo” que promete ‘obrigar’ a cada um dos 300 participante a permanecerem por 6 meses nas instalações, enquanto realizam várias tarefas como fumar maconha, cuidar da limpeza, ler e assistir tv para ser avaliado por uma equipe médica, seria bom demais – se fosse verdade – e facilmente reuniria uma fila com mais participantes que o necessário caso a oferta fosse apenas a erva a ser fumada durante o estudo.

E como quem “conta um conto, aumenta um ponto”, dias depois (14 de outubro), o site canábico (em inglês) The Stoner’s CookBook também resenhou sobre a farsa dando uma ‘certa credibilidade’ ao citar o instituto norte-americano sobre drogas, o NIDA (National Institute on Drug Abuse) e direcionar seus leitores e interessado ao site oficial do instituto para cadastro.

12-mil-fumar-maconha-teste-hoax-stoners-cook-book

12-mil-fumar-maconha-teste-hoax-origem-brasil
Clique para ampliar a imagem

E claro, não demorou muito para vermos tal farsa sendo propagada como uma notícia real por alguns veículos de mídia brasileira. A primeira vista, tudo se propagou em terras tupiniquins quando nosso parceiro de luta, a galera do Lombra, uma mídia alternativa e consciente, se deixou levar pela tentação e soltou uma tradução do artigo postado pelo The Stoner’s CookBook, que rapidamente viralizou.

Por aqui, a ‘oferta hoax’ já foi vista no CatracaLivre, no Hempadão (com um tom de dúvida), no Portal da Band, Correio 24 horas, O Povo, Belo Horizonte de A a Z, entre outros.

Temos que confessar que também fomos seduzidos pela ‘notícia’. Afinal, todo estudo é muito bem-vindo para conhecermos cada vez mais os efeitos e benefícios da maconha no organismo. Mas ficamos desconfiados: a proposta de recebimentos que chegariam a mais de R$ 42 mil reais por mês para fumar alguns becks de belas flores era muito tentadora. Todos os links já divulgados também não levavam a tal cadastro no portal do NIDA. Fazer o que, né? Era bom demais para ser verdade… Ser pago para fumar maconha é um sonho! 

smoking-weed-tumblr-gif-i1

Por fim, nossa missão não é cortar a sua vibe, mas sim mostrar ao leitor quem nem tudo o que se lê é verdade e aos meios de notícias que verifiquem um pouco mais a origem de uma informação. Não é difícil e o leitor agradece.

Gostaríamos de parabenizar a atitude e o compromisso da galera do Lombra com seus leitores que, após ganharem a grande rede com o hoax, foi alertado pelo próprio NIDA que o Instituto não está a frente de tal estudo, deixando ainda um link para maiores informações a respeito dos estudos que o NIDA financia. Clique AQUI para ver cada um deles.

12-mil-fumar-maconha-teste-hoax-origem-brasil-errata
Errata: Parabéns a equipe do Lombra que lançou uma nota informando o comunicado do National Institute on Drug Abuse – NIDA

giphy (1)

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

Não há comentários ainda, seja o primeiro a comentar!