Jaycee Chan foi detido no ano passado na China por usar maconha em um local de massagens. As informações são do Terra

Jaycee Chan, o filho do ator Jackie Chan, deixou nesta sexta-feira o centro penitenciário após ficar preso por seis meses por um crime relacionado com o consumo de drogas, anunciaram hoje fontes locais.

Jaycee Chan, de 32 anos, falará amanhã em entrevista coletiva, a qual também comparecerá sua mãe Lin Feng-jiao, para demonstrar publicamente seu arrependimento por seu mau comportamento, segundo informações do jornal de Hong Kong, “South China Morning Post”.

Jaycee deixou a prisão do distrito de Doncheng, no centro de Pequim, com o rosto coberto e embarcou em um automóvel cinza, com vidros filmados, e foi escoltado por dois carros de polícia.

Para evitar a avalanche de jornalistas que se amontoavam na saída do centro penitenciário, Jaycee acelerou seu carro e ultrapassou vários sinais vermelhos.

Seu pai, Jackie Chan, nomeado embaixador para o controle das drogas na China em 2009, afirmou que está envergonhado e desapontado com a atitude de seu filho.

Jaycee foi detido no dia 14 de agosto do ano passado, junto com um colega de profissão, o taiwanês Ko Chen-tung, quando os dois fumavam maconha no casa do primeiro em Pequim.

O Tribunal Popular do Distrito de Dongcheng considerou Jaycee Chan culpado de “proporcionar um espaço para o consumo de drogas”, um crime que na China pode ser punido com até três anos de prisão, mas os advogados conseguiram uma pena mais reduzida.

Apesar de o tribunal ter reduzido a pena porque Jaycee Chan colaborou com as autoridades ao confessar voluntariamente o crime, também foi condenado a pagar uma multa de 2 mil iuanes (aproximadamente US$ 320).

A condenação de Jaycee Chan faz parte de uma campanha antidrogas que a cidade de Pequim lançou em 2013 e que, por enquanto, resultou na detenção de mais de 7,8 mil suspeitos, entre eles outras celebridades famosas da cultura e do espetáculo, como o cantor Li Damo, o diretor cinematográfico Zhang Yuan e o ator Roy Cheung.

  • Kauay

    que atraso.