Categorias
Notícias sobre maconha

Mais um estado americano de Illinois legaliza consumo da maconha, agora são 11!

Chicago (EUA), 25 jun (EFE).- O consumo recreativo da maconha será autorizado no estado de Illinois, nos Estados Unidos, a partir de 1º de janeiro de 2020, de acordo com uma medida assinada nesta terça-feira pelo governador JB Pritzker.

“Somos o primeiro estado da nação a legalizar completamente o uso do cannabis através de um processo legislativo bipartidário, sem necessidade de plebiscito”, disse.

Pritzker ressaltou que a iniciativa é um “exemplo de democracia” e uma mudança radical que chega com atraso a Illinois. A nova lei permitirá excluir antecedentes criminais de pessoas que sofreram processos por posse ou consumo de cannabis no estado, o que para ele é “um passo equitativo e de justiça”. A legislação, segundo o governador, beneficiará pessoas afetadas por “décadas de aplicação de uma guerra contra as drogas que foi um fracasso”.

A procuradora de Justiça do condado de Cook, Kim Foxx, declarou em comunicado que seu escritório está orgulhoso de “ter ajudado a desenvolver essa legislação histórica”.

“O tempo da justiça é agora, especialmente para as comunidades negras que há muito foram desproporcionalmente afetadas acusações de crimes menores e pela guerra fracassada contra as drogas. Esperamos continuar nossos esforços para garantir o maior alívio possível sob essa lei revolucionária”, disse ela.

Em seis meses, os moradores do estado com mais de 21 anos poderão possuir para consumo até 30 gramas de flor de cannabis, 5 de concentrado de cannabis e até 500 miligramas de tetraidrocanabinol (THC), o único componente psicoativo. Não residentes poderão ter a metade de cada uma dessas possibilidades. A maconha será vendida em locais próprios em todo o estado de Illinois.

Pacientes que usam a maconha medicinal poderão possuir mais de 30 gramas se cultivarem a planta em casa, dentro de um ambiente fechado e fora do alcance do público.

De acordo com a nova legislação, será ilegal revender maconha e tirá-la do estado, já que o consumo continua proibido em grande parte do país, conforme a lei federal. Além disso, estará proibida a publicidade sobre consumo perto de escolas, pontos de transporte público e repartições públicas.

A lei estabelece uma estrutura que permitirá gerar receita de US$ 57 milhões no ano fiscal de 2020, e terá um aumento progressivo até chegar US$ 375,5 milhões em 2024. Desse total, 35% será destinado ao Fundo Geral do estado, 25% será revertido para a comunidade e 20% irá para tratamentos de saúde mental e abuso de substâncias. Também serão destinados recursos para dívidas do estado, capacitação de profissionais para a aplicação da lei e para campanha de educação pública sobre o uso das drogas.

Com esta lei, Illinois se torna o 11º estado a legalizar a maconha nos Estados Unidos. EFE

Categorias
Ciência e Saúde Mundo Canábico Notícias sobre maconha

EUA: Illinois estende uso de maconha medicinal a crianças

Uso da planta como medicamento, por ora, só é autorizado em casos especiais, como o tratamento de crises graves de epilepsia. As informações são do O Globo

Randy Gross espera reunir-se novamente com sua família graças a uma nova lei no Estado americano de Illinois, que incluiu crianças no programa estatal de maconha medicinal, quase um ano depois que sua esposa foi ao Colorado para que seu filho recebesse o tratamento que alivia crises graves de epilepsia.

Segundo a “Associated Press”, Randy vive e trabalha em Illinois. Sua esposa, Nicole, mudou-se com seus dois filhos para que seu menino de 8 anos de idade pudesse legalmente tomar um quarto de colher de chá de óleo de maconha a cada dia.

“Podemos dizer que ele está se sentindo melhor”, disse Nicole Gross sobre seu filho, Chase, que também tem autismo e usa a linguagem de sinais.

“Ele combina quatro ou cinco sinais, dizendo: ‘irmão ir jogar lá embaixo’. Ele se envolve mais, faz melhor contato visual. Se ele percebe algo estranho em seu programa de TV, ele vai bater palmas e nos dar tapinhas nas costas”.

O Departamento de Saúde Pública de Illinois anunciou em dezembro que, em situações especiais, pacientes jovens serão capazes de usar maconha medicinal para qualquer uma das cerca de 40 condições de saúde já autorizadas para adultos, embora algumas — como agitação decorrente da doença de Alzheimer — não sejam condições da infância.

As crianças precisarão obter prescrição assinada por dois médicos, enquanto que os pacientes adultos precisam de apenas um médico para assinar a certificação.

O garoto Chase Gross costumava sofrer crises em que tinha convulsões e sua cabeça tombava. Isso acontecia a cada dois minutos, disse a mãe Nicole. Agora, as crises têm intervalos de 20 a 30 minutos, disse ela.

O óleo verde escuro é composto de canabidiol (CBD) e THC, a substância entorpecente da maconha.

Categorias
Ciência e Saúde Direito e Política Mundo Canábico Notícias sobre maconha

Illinois legaliza uso de maconha para fins medicinais

Além de Illinois, dezenove outros estados e Washington já permitem o uso da maconha medicinal

Chicago – O governador de Illinois, Pat Quinn, promulgou nesta quinta-feira a lei que legaliza o uso da maconha para fins medicinais no estado americano, em um ato realizado na Universidade de Chicago.

A lei, considerada uma das mais rigorosas dos Estados Unidos nesta matéria, entrará em vigor em janeiro de 2014, mas serão necessários vários meses para que a regulamentação estadual estabeleça as regras que permitirão adquirir legalmente a erva para quem sofre de uma das 42 doenças listadas, como câncer, aids, artrites reumática e esclerose múltipla.

A nova lei prevê que o paciente pode ter receitado por seu médico até 70 gramas de maconha a cada duas semanas.

A maconha medicinal será disponibilizada em 60 centros que funcionarão em todo o estado e virá de 22 lugares de cultivo registrados em Illinois, embora ainda não tenha sido determinado quem e como serão obtidas as permissões de cultivo.

O representante democrata estadual Lou Lang, que patrocinou a lei na Assembleia Legislativa, disse que o objetivo é melhorar a qualidade de vida de pessoas muito doentes no estado.

Com esta lei, Illinois se soma a uma lista de 19 estados e à capital, Washington DC, que autorizam o consumo de maconha para uso terapêutico.

Fonte: Msn / Efe