Na estréia do Canal Quebrando o Tabu, a abordagem inicial é a desmistificação de que o baseado, a maconha, sirva como porta de entrada para outras drogas.

É comum ouvir que a maconha abre as portas para drogas mais pesadas. Ethan Nadelmann, professor da Universidade de Princeton nos Estados Unidos, desconstrói esse argumento. Veja também a opinião da ex-presidente da Suíça Ruth Dreifuss que diz que o fato da maconha ser ilegal facilita o contato das pessoas com as drogas mais pesadas.

O que você acha?

Comente. Opine. Compartilhe.

#CanalQuebrandooTabu

  • Vicson Henrique da Silva

    Maconha pode sim trazer o conhecimento de outras drogas mais pesadas, dai e da pessoa se quer experimentar ou nao! mas a maconha nao e o motivo para as pessoas começarem a usarem outras drogas, muito pelo o contrario, ajuda ate quem quer parar de usar outras drogas mais pesadas! mas este assunto ja vai de cada opniao, para mim e isso, e pessoal!

  • Asaph

    A maconha pode ser considerada porta de entrada por estar junto com crack e cocaína, mas na verdade quem gosta mesmo de cocaína prefere mistura-la com álcool do que com maconha, as brisas são diferentes. O Amsterdã tem o menor índice de pessoas que passam da maconha para drogas mais pesadas (crack e cocaína), pois lá a existem lugares onde pode se comprar maconha e consumir lá mesmo portanto, todos lá estarão na mesma vibe da cannabis e não terá traficantes te oferecendo outras drogas. Tenho amigos que usaram a maconha como porta de saída para as outras drogas.

  • E.I

    A maconha não abre a porta para outras drogas, isso é fato. Jovens e adultos vão dizer que a primeira droga que eles usaram foi o álcool, tenho certeza. Não tenho a minima vontade de cheirar essas “verdadeiras drogas”, uso cannabis, abandonei o uso de álcool e tabaco, me sinto bem melhor em relação as minhas escolhas.
    Creio que uma boa informação seja mais satisfatorio do que uma descriminação.

  • Kumagge

    até hoje só fumo maconha, mas tenho uma grande vontade de experimentar cocaina e outras drogas , estou estudando a possibilidade, depois que experimentei maconha descobri coisas em meu corpo que jamais teria descoberto sem ela, simplesmente sou apaixonado pela EXPERIÊNCIA !

  • mateus frazao

    fumo maconha ah 8 anos todos os dias e nunca cheguei perto dessa merda,nada aver uma coisa com a outra

  • Vanessa

    Fumo maconha há anos, nunca experimentei nenhum outro tipo de droga, e nem tenho vontade… “Maconha porta de entrada? Só se for da geladeira.” rsrsrsr

  • jessica

    Penso que depende muito do conhecimento, op problema é como ele conhece… bebendo na farra ou numa turma linth?

  • Rbc

    Eu fumo maconha. E as vezes dou uns tiros mas o que me incentivou a cheirar foi o álcool tanto q hj bebo menos

  • Dante

    A maconha só pode ser considerada porta de entrada porque, no nossos sisteminha proibicionista ridículo, ela é vendida muitas vezes pelas mesmas pessoas que vendem outras drogas (cocaína e crack). Desde que comecei a fumar maconha não fumo mais tabaco, e diminuí o consumo de bebidas alcoólicas, mas ao mesmo tempo experimentei as psicodélicas, que são apenas outras drogas ilegais sem provas de que fazem mal

    • Joao Neto

      Ahhh véi, boto fé que faz mal demais, ainda mais pra mente. Mas enfim, quero largar o tabaco cara e fumar só baseado, mas quando fumo um so me da mais vontade. =(

  • diogo

    hoje uso canabis pra abandonar a cocaina gracas a deus nao so viciado nessa merda de cocaina ja a maconha eu amo demais rs

  • Thiago

    A primeira vez que fumei cannabis, foi com quatorze anos, depois fumei raramente uma ou duas vezes ao ano até os vinte. Hoje com vinte e oito anos fumo mais nos fins de semana e olhe lá. Aproximadamente a um ano cheirei cocaína e permaneci aumentando as doses e frequência, sempre associadas ao álcool. A mais de seis meses que raramente bebo, não uso mais cocaína e não tenho vontade. A cannabis têm sido muito positiva em minha vida.

  • marcela

    O problema é que as pessoas acham que quando você fuma maconha por algum tempo, você começa a sentir necessidade de drogas mais pesadas. hehehe..
    Ignorância, só isso. É cômico.

  • marcelo

    A primeira droga ilícita que eu utilizei foi a cocaína. Quando fiz um cruzeiro com os amigos, já tinha bebido pra caralho e resolvi querer cheirar. Depois desta vez cheirei mais umas 3 vezes e só. Depois de um tempo fumei o primeiro baseado e desde então nunca mais parei hehehe

  • Joao Neto

    Eu concordo que a ilegal é sim porta de entrada, mas eu cheirei pela primeira vez no carnaval saca, cheirei várias vezes mas com a consciência pesadíssima. Quero nem ver essa p* na minha frente!
    Só a erva mesmo. Legaliza erra PORRA!!!, Só faz bem!!

  • pepe

    não

  • pepe

    eu cheiro farinha nao gosto de maconha me deixa abobado depressivo, na real mesmo eu gosto de beber depois cheirar

  • ozama

    A maconha foi a última droga que entrou na minha vida… Depois disso só bebo raramente. E graças a maconha eu parei com o tabaco depois de 15 anos fumando.

  • Nana

    Fumo Maconha a quase 10 anos e nem por isso sou usuaria de coca, acho que é uma questão de gostar ou não, eu curto o uso do chá, gosto de ficar relaxada e a vibe da coca é pesada e estranha .. fico só na maconha mesmo!!

  • Leone Silva

    Fuma quem quer e cheira quem quer , todo mundo é livre para escolher oque quer , agora se o cara enche o nariz com pó nao vem bota a culpa na minha erva porque ela só me acalma flw

  • Eduardo

    Eu acho que a maconha e uma droga muoto diferente da cocaina pois quem fuma maconha sabe que a onda e uma onda de paz te relaxa. Na à cocaina e uma droga de pancadão onde não são drogas completamente diferentes tanto como na onda e no consumo de ambas ,agora quem cheira e gosta não coloque o seu vício viciado a maconha pois se vc fumar um nunca vai te dar vontade de cheirar agora se vc beber uma cerveja dar vonteduardoade de cheira sim então temos de ser realista pois ninguém coloca a culpa na cerveja já que uma droga lícita ne e mas fácil jogar a culpa na maconha isso é hipocrisia. Abcs

  • Victor Hugo Mendonça

    O contato com o traficante é o perigo! Mesmo assim só os cabeça fraca sedem pras outras substâncias