Ah erva danada, essa menina ta ficando emaconhada.

A autora da pesquisa, Robyn Fielder, do Centro de Medicina Comportamental do Hospital Miriam, em Rhode Island, nos EUA, entrevistou 483 garotas no primeiro ano de faculdade sobre seu comportamento, personalidade e envolvimento social. As entrevistas foram repetidas mensalmente durante oito meses.

Foram feitas perguntas sobre o comportamento sexual das estudantes, sobre sua auto-estima, crenças religiosas, relacionamento dos pais e uso de maconha, tabaco e álcool.

“Nossos estudos sugerem que sexo casual no primeiro ano da faculdade é influenciado pelo uso de maconha”,

“É por isso que a transição para a faculdade é um momento importante para que os profissionais da saúde providenciem informações às garotas.

dra. Fielder.

O estudo foi publicado no site “Archives of Sexual Behaviour”.

Fonte:  Folha de S.Paulo