A polícia de Oregon, nos Estados Unidos, usou a ferramenta Google Earth para identificar uma plantação de maconha na região de Grants Pass.

As autoridades foram informadas que Curtis W. Croft, de 50 anos, fazia o cultivo no quintal de sua casa. Com o uso da ferramenta, foi possível identificar pela internet as fileiras de plantas no local.

A investigação foi realizada em setembro, mas as informações só foram divulgadas agora pela publicação local “Grants Pass Daily Courier”.

googlemarijuanafields
Um caso similar já ocorreu na Inglaterra, onde a polícia utilizou o Google para localizar uma plantação de cannabis.

Pelas leis do Estado de Oregon, explica o site da revista “Time”, Croft tinha autorização para possuir o equivalente a 30 plantas de maconha. No entanto, foram identificadas 94 plantas no local. O homem foi detido no final de semana passado, mas já foi liberado (as acusações e penas não foram especificadas).

A polícia teria ficado sabendo da plantação via denúncias, porque Croft se gabava do cultivo que fazia em seu quintal. Após a visualização na ferramenta de mapas, uma equipe de combate às drogas enviou um avião até o local e comprovou a existência da maconha antes de deter Croft.

Via UOL