Pacientes com câncer que utilizam o Google buscando as palavras “quimioterapia / náuseas”, hoje obtém uma série de anúncios para o tratamento, incluindo medicamentos populares, principalmente remédios populares usados para prevenir o vômito. No próximo mês, no entanto, a mesma pesquisa vai exibir resultados, de algo um pouco mais controverso: a Maconha Medicinal.

A mudança vem como cortesia da unidade de caridade do Google, que na semana passada presenteou um grupo de defesa da maconha medicinal em Michigan o valor de 120 mil dólares em serviços. Como parte da concessão, o grupo, “Michigan Compassion”, será capaz de promover o uso da maconha medicinal através da plataforma do Google AdWords – que são os anúncios de texto simples que aparecem ao lado direito, de qualquer resultado de pesquisa dados.

Michigan Compassion não vende maconha, mas conecta pacientes e produtores, e ele diz que os anúncios serão exibidos ao lado de pesquisas que possam ser feitos por pacientes de quimioterapia.

“O objetivo é relacionar os efeitos negativos da quimioterapia e os efeitos positivos da maconha,” – Amish Parikh, vice-presidente da “Michigan Compassion”, ao The Huffington Post.

Valor dos anúncios é pequeno no esquema de programação do AdWords do Google, que traz mais de US $ 40 bilhões por ano em receitas, mas representam uma mudança para as empresas de Mountain View*, na Califórnia, que possuem uma política rígida, contra hospedagem anúncios de maconha ou pesquisas relacionadas.

O novo ato de generoso do Google, para os defensores da maconha se encaixa perfeitamente no Vale do Silício, no entanto, que as empresas de tecnologia e seus funcionários foram discretamente contribuindo para o ativismo da maconha, assim disse um advogado envolvido no movimento de legalização da maconha ao The Huffington Post.

“Eles não são os únicos que vêm para as reuniões do conselho da cidade para protestar, mas eles calmamente enviam suas doações”, disse o advogado de Lauren Vazquez. “E eles estão definitivamente consumindo maconha”, acrescentou.

Um porta-voz do Google não quis comentar sobre se a concessão feita para Michigan Compassion, mas significa que a empresa está tomando uma posição de defesa em favor da maconha medicinal. A política de uso AdWords não permite propagandas de drogas e materiais relacionados, mas está permitindo que os anúncios da Michigan Compassion, desde que a organização não forneça diretamente esses produtos. Google não permite que os anunciantes vincule os seus anúncios para pesquisas, com palavras como “cannabis” e “maconha”.

O porta-voz disse que os anúncios não aparecem em pesquisas na web, como por exemplo as realizadas por aqueles que utilizam um filtro de segurança nos navegadores familiares, e o texto irá aparecer apenas nos estados onde a maconha medicinal é legal. (Enquanto legal para uso médico em 19 estados e no Distrito de Columbia, a posse de maconha para qualquer finalidade continua a ser um crime federal.)

Temos observado antes, que a cultura dentro das empresas de tecnologia na Califórnia é altamente favorável ao uso da maconha, onde os testes de drogas são extremamente raros. De acordo com um artigo da BusinessWeek sobre o tema no início deste ano, a cidade de San Jose, onde muitos trabalhadores da indústria vivem, tem mais de 100 clínicas de maconha medicinal, sendo considerado normal para programadores, afim de aliviar o estresse de longos dias debruçado sobre um computador, com uma visita a um desses dispensários de maconha medicinal.

“Eu acho que o Vale do Silício é muito favorável”, disse Parikh de Michigan Compassion.

LinkedIn, uma rede social profissional, também com sede em Mountain View, está fornecendo a Michigan Compassion serviços gratuitos, para ajudar a alcançar os potenciais doadores e membros do conselho, de acordo com Parikh.

Michigan Compassion também recebeu doação de equipamentos e software de outras empresas de tecnologia canalizados através da Global TechSoup, com sede em São Francisco. Em paralelo, uma empresa de marketing via e-mail, a “Vertical Response” também com sede em San Francisco, ofereceu suporte no valor, de vários milhares de dólares, em serviços de tecnologia de marketing gratuitamente.

A porta voz da Vertical Response, Connie Sung Moyle, disse a Michigan Compassion que não foi dada uma concessão especificamente, devido à natureza do seu trabalho, mas como resultado de seu status sem fins lucrativos. Moyle disse que a Vertical Response providenciou doações em espécie para cerca de 2.600 instituições de caridade desde 2005. “Nós realmente não discriminamos qualquer forma de ativismo, desde que seja feita conforme a Lei”, disse ela.

* Mountain View, é uma cidade no condado de Santa Clara , na Baia de São Francisco na Califórnia.

1011808_612733858751575_627649176_n
Tradução ‎#SmokeBuddies
Fonte: Huffington Post
//migre.me/fjjY5

#SmokeBuddies ‎#Maconha ‎#Medicinal ‎#Curiosidade‎#MaisInformação