O mercado da maconha legal, no Colorado, está de longe superando as expectativas de impostos, de acordo com uma proposta de orçamento divulgada pelo governador John Hickenlooper. Confira a matéria via AP e Exame que dá a primeira estimativa oficial de quanto o Estado espera receber de impostos sobre a venda de maconha.

Governador divulgou que o estado deve arrecadar US$ 98 milhões só com um dos impostos sobre a maconha, acima das expectativas dadas na campanha pela legalização

A maconha foi legalizada no Colorado através de consulta popular em novembro de 2012, mas as primeiras lojas só abriram este ano.

Nesta semana, o governador John Hickenlooper apresentou quanto o estado estima receber com um dos impostos sobre este mercado – e o número ficou muito acima das expectativas.

Serão US$ 98 milhões no próximo ano fiscal. Na campanha para a legalização, o número apresentado foi de US$ 70 milhões. Um dos motivos para a discrepância é que os preços tem sido mais altos do que o esperado.

As vendas totais de maconha de uso recreativo devem somar US$ 610 milhões e estão sujeitas a um imposto de 12,9%, mas os números divulgados incluem também a receita do imposto de 2,9% sobre a venda de maconha para uso medicinal.

O dinheiro será gasto para reduzir as consequências negativas da legalização: US$ 45 milhões vão para programas de prevenção de uso na juventude e US$ 40 milhões para tratamento de abuso.

Um segundo imposto de 15% deve gerar US$ 40 milhões adicionais, que terão como destino a construção de novas escolas.

A possibilidade de criar uma nova receita de impostos sempre foi usada como um dos principais argumentos a favor da legalização. O mundo está de olho no que acontece no Colorado e no estado de Washington – onde as vendas devem começar por volta de junho.

Via Exame