Você está lendo

Grupo divulga anúncio em prol da Maconha na etapa de Indy da Nascar

Entidade comprou espaço em telão perto do portão principal do autódromo, para veicular vídeo afirmando que a droga é menos nociva à saúde do que o álcool

Os cerca de 600 mil espectadores que devem passar pelo autódromo de Indianápolis neste fim de semana, para acompanhar as etapas da Sprint Cup e Nationwide Series, duas principais divisões da Nascar, no tradicional quadrioval, vão acompanhar uma surpreendente campanha em favor do uso da maconha.

A propaganda, encomendada pelo Projeto de Política da Maconha, maior grupo em prol da legalização da droga nos Estados Unidos, será veiculada no telão localizado próximo à entrada principal do circuito, numa frequência de 72 vezes ao longo dos três dias de atividades.

Confira o vídeo do anúncio:
[youtube id=”7H8Cz9woC2A” width=”620″ height=”360″]

Segundo o criador da peça e porta-voz do grupo, Mason Tvert, o objetivo do comercial é mostrar como a cannabis sativa, ainda proibida na grande maioria dos países, incluindo o americano, causa muito menos danos à saúde do que o álcool, legalizado na maior parte do globo. “Ela não possui calorias, não provoca ressaca e não está ligada a atos de violência ou imprudência. Maconha: menos prejudicial do que o álcool. É hora de tratá-la dessa forma”, explica o vídeo.

Leia também:  VOCÊ SABIA QUE O CULTIVO CASEIRO DE MACONHA COMBATE O CRIME ORGANIZADO?

“Achamos que é crucial para o público reconhecer que a maconha é objetivamente menos nociva do que o álcool. Queríamos atingir uma audiência que claramente aprecia que os adultos sejam livres para consumir álcool e cerveja de forma responsável. Eles também devem ser livres para consumir maconha de forma responsável, já que ela é menos prejudicial”, defendeu Tvert.

Conforme informou o criador do comercial, o espaço foi comprado por uma taxa “sem fins lucrativos” de US$ 2,2 mil (R$ 4,9 mil), junto à empresa de publicidade Grazie Media. A peça foi produzida por ele e mais dois outros funcionários da entidade, durante três dias, ao custo de US$ 350 (R$ 788).

Tanto a organização da Nascar quanto a administração do Indianapolis Motor Speedway negaram ter qualquer vínculo ou participação na veiculação do anúncio. “Nosso circuito não é filiado à Grazie Media e [a propaganda] não será feita nas propriedades do circuito, ou qualquer espaço sobre o qual tenhamos algum controle”, ressaltou o presidente do circuito, J. Douglas Boles, por meio de comunicado. A organização da categoria se negou a dar declarações.

Leia também:  Projeto prevê uso de aparelho que identifica o uso de drogas em motoristas no Rio Grande do Sul

A peça pode causar conflitos junto a diversos patrocinadores de equipes da Nascar, que são empresas de bebidas alcoólicas, como a marca de whisky Crown Royal e a cerveja Miller Lite, que ocupa o principal espaço publicitário no carro do atual campeão da Cup, Brad Keselowski. A Indiana 250, da Nationwide, será realizada neste sábado, enquanto a Brickyard 400 está marcada para o domingo.

Fonte: Tazio.uol

Exclusivo

Esse perfil é utilizado para campanhas ou matérias do SmokeBud que envolveram mais de um colaborador.Conteúdo exclusivo pra você não ficar para trás na informação. Conteúdo nectar!
medico maconha

Comente

Escreva seu comentário