Não é de hoje que noticiamos o uso dos cigarros eletrônicos com maconha, mas o produto recém apresentado ao mundo vem no formato de um cone. O baseado, que não contém THC — o princípio ativo da maconha —, tabaco ou nicotina, é 100% legal. As informações são do O Globo.

A empresa holandesa E-Njoint BV afirma que desenvolveu o “primeiro baseado eletrônico do mundo”. O E-Njoint, que tem o design típico dos cigarros de maconha, em formato de cone, pode ser descartável ou recarregável e não contém THC (o princípio ativo da maconha), tabaco ou nicotina, ou seja: o produto é 100% legal. Ele é formulado apenas com base em componentes naturais e vapor de água, segundo o site da companhia.

baseado1

O dispositivo vem em versões descartável e recarregável, e o usuário pode enchê-lo com conteúdo de cannabis líquida ou ervas secas. Ainda são oferecidas cargas com seis sabores diferentes de frutas. Para deixar o “baseado eletrônico” ainda mais atrativo, uma luz verde localizada na ponta do cigarro, onde há o desenho de uma folha de maconha, acende toda vez que o usuário traga.

“A Holanda já é conhecida no mundo por sua atitude tolerante e liberal com relação às drogas leves, sendo que a introdução deste novo produto defende claramente esta posição”, disse o CEO da E-Njoint, Menno Contant, de acordo com o veículo britânico “The Mirror”. “Desde que você não perturbe ou prejudique outras pessoas e se mantenha dentro dos limites legais, tudo ficará bem”.

Todos os dias são produzidas 10 mil unidades do cigarro eletrônico de cannabis, por uma fabricante chinesa, e comercializadas, por enquanto, somente na Europa. No momento, só há um modelo do cigarro disponível para encomenda — o descartável — a € 8,95 (cerca de R$ 27). Os modelos recarregável, vaporizador e customizado estão esgotados.

The Dutch invent world’s first electric joint

Apesar do E-Njoint ser anunciado como o “primeiro baseado eletrônico do mundo”, a empresa Open Vape também produz e vende uma caneta parecida nos Estados Unidos. Mas a versão norte-americana do cigarro sabor maconha traz um refil que contém óleo extraído da folha e de outras partes da cannabis, como caule e flores, que são geralmente descartadas no processo de produção da maconha para a venda.