Você está lendo

Indica vs Sativa: Entenda as diferenças

Quantas vezes você ficou na dúvida se era Cannabis Indica ou Cannabis Sativa, além de suas diferenças e origens? Saiba mais sobre a história das genéticas, efeitos e diferenças da cannabis sativa para indica. As informações são da Leaf Science.

A cannabis é uma das plantas mais antigas conhecidas pela humanidade, os registros do seu cultivo datam de milhares de anos.

Hoje, é amplamente aceito que a maconha tem duas espécies diferentes: Cannabis indica e Cannabis sativa. O cruzamento das duas espécies, levou a uma ampla variedade de plantas híbridas com características únicas.

No entanto, as reais diferenças entre a Cannabis Indica e Cannabis Sativa continuam sendo assunto de muito debate.

Aparência da cannabis

A maneira mais usada para distinguir se a espécie é Indica ou Sativa, é pela aparência, ou o que os cientistas chamam de morfologia.

cannabis sativa
Indica vs Sativa

Plantas Sativa são altas, vagamente ramificadas e tem, folhas longas e estreitas. Eles normalmente são cultivadas ao ar livre e pode alcançar alturas de até 20 metros.

Já as Indica são curtas, densamente ramificadas e tem folhas mais largas. Eles são mais adequadas para o cultivo dentro de casa.

cannabis sativa
folha indica e sativa

Efeitos da cannabis

Além da aparência, as plantas indica e sativa são comumente utilizadas para diferentes efeitos sobre seu usuário. Estes efeitos incluem:

Cannabis Sativa

  • Energizante
  • “Onda” Estimulante e Alucinógena
  • Mais indicada para uso diurno

Cannabis Indica

  • Relaxante e Acalmante
  • “Onda” Lenta e Pesada
  • Mais indicada para uso noturno

No entanto, nenhum estudo científico confirmou essas diferenças, e há alguma dúvida sobre a sua veracidade. Na verdade, a história sugere uma diferença muito mais simples entre indica e sativa.

A classificação original de Cannabis Indica foi realizada pelo biólogo francês Jean-Baptiste Lamarck em 1785. Lamarck observou que certas plantas de maconha da Índia eram inebriantes e poderiam ser utilizadas como haxixe. Mas as culturas tradicionais de cânhamo, que eram mais comuns na Europa, não tinham o mesmo efeito psicoativo que altera a mente.

indica-vs-sativa-4-06-19

O biólogo batizou a espécie com o nome Cannabis Indica para distinguir a Cannabis indiana do cânhamo europeu, que era conhecido na época como Cannabis Sativa. Da mesma forma, a Cannabis Indica foi especificamente reconhecido como terapêutica na medicina ocidental durante os anos 1800.

Origem / Genética

Os cientistas que estudaram as diferenças entre Indica e Sativa vêm-se com uma série de teorias baseadas em genética. Uma teoria predominante concentra-se na produção de genética de THC e CBD.

Plantas que produzem elevados níveis de THC possuem os genes que codificam a enzima sintase THCA. Esta enzima converte CBG em THCA, que se torna o THC, quando aquecida. Estas plantas são geralmente considerados Indica.

cannabis-genome-drpage-2-02-17

Por outro lado, algumas plantas possuem os genes que codificam a enzima sintase CBDA. Esta enzima converte CBG em CBDA, o precursor da CBD, em seu lugar. Estas plantas são geralmente considerados Sativa.

Com base nisso, plantas indicas têm altos niveis CBD e médio de THC e Sativas têm altos indices de THC e um teor de CBD mais baixo.

O problema é que, hoje, muitos cruzamentos produzem quantidades variáveis ​​de ambas as enzimas. Alguns pesquisadores acreditam que isso é devido a hibridização dos conjuntos gênicos, o que explica por que algumas Sativas são ricas em THC e alguns Indicas não.

indica-vs-sativa-3-06-19

Uma teoria alternativa tem sido proposta baseada na origem geográfica. Uma espécie primária da Cannabis teria originado da Ásia Central antes de se separarem nas genéticas Sativa e Indica.

Tentativas recentes de distinguir as diferenças entre a Cannabis Sativa e Indica têm contado com uma combinação de teorias geográficas e genéticas. A existência de algumas espécies raras, como a Cannabis Ruderalis, tem sido sugerida como uma nova morfologia, mas muito sobre essa éspecie permanece desconhecida.

medico maconha

(9) Comentários

  1. “Com base nesta explicação, as plantas Indicas têm altos índices de THC e menos CBD e plantas Sativas têm altos índices de CBD e menos THC”

    ERRATA aí hein…
    É exataemnte o contrario que provam estudos. Indica é rica em CBD (usada medicinalmente contra convulsoes) e sativa rica em THC …vcs sabem disso.

    Abraço

    1. Grato pela errata, sequela nossa!

      “Com base nisso, plantas indicas tem altos niveis CBD e médio de THC e Sativas tem alto indice de THC e um teor de CBD mais baixo”

      1. percebi a gafe dos caras também,trocando as plantas hahahaha comecei a ler e vi q nao fazia sentindo algum…

  2. sei la cara cara curto mesmo é fumar um 2 seda e foda-se o resto (:

  3. Essa parte do texto nao faz sentido nenhum, vcs falam duas coisas opostas, afinal, a indica é mais rica em THC e menos em CBD ou ao contrario !??

    Plantas que produzem elevados níveis de THC possuem os genes que codificam a enzima sintase THCA. Esta enzima converte CBG em THCA, que se torna o THC, quando aquecida. Estas plantas são geralmente considerados Indica.

    Por outro lado, algumas plantas possuem os genes que codificam a enzima sintase CBDA. Esta enzima converte CBG em CBDA, o precursor da CBD, em seu lugar. Estas plantas são geralmente considerados Sativa.

    Com base nisso, plantas indicas têm altos niveis CBD e médio de THC e Sativas têm altos indices de THC e um teor de CBD mais baixo.

    O problema é que, hoje, muitos cruzamentos produzem quantidades variáveis ​​de ambas as enzimas. Alguns pesquisadores acreditam que isso é devido a hibridização dos conjuntos gênicos, o que explica por que algumas Sativas são ricas em THC e alguns Indicas não.

    1. cara, se vc ler com atenção faz sentido, as indicas tem níveis de THC que são revertidos para CBD, tendo assim um nível menor de THC e um nível mais elevado de CBD.
      Já as sativas tem um nível maior de CBDA que converte CBG em CBDA, tendo assim um nível mais elevado de THC e um nível inferior de CBD.

  4. Muito bom seu post. Posta mais sobre a diferença das espécies.

Comente

Escreva seu comentário