Batizado de Nestdrop, serviço conecta vendedores do produto a clientes. As informações são do O Globo.

Um aplicativo de Los Angeles cuja ambição era se tornar o primeiro serviço digital de entrega de maconha medicinal da cidade foi condenado a encerrar as suas atividades pela Justiça local.

A decisão foi tomada pelo juiz Robert O’Brien, do Tribunal Superior de Los Angeles, atendendo à acusação de que o aplicativo, batizado de Nestdrop, infringe a Proposição D, lei que restringe a venda de maconha medicinal apenas a lojas físicas especializadas.

De acordo com o cofundador do aplicativo Michael Pycher, a companhia não infringe a legislação, já que apenas conecta vendedores a pacientes, e não comercializa o produto por conta própria. Assim, a empresa pretende recorrer da decisão para ao menos continuar como um serviço de venda de bebidas alcoólicas.

O Nestdrop foi lançado no início de 2014 e alega que continuará operando em áreas fora de Los Angeles, mantendo a sua logística em operação em outras cidades.