Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Quem fuma maconha fica na larica e é capaz de devorar o que aparecer pela frente. Por incrível que pareça, essa fome provocativa tem a ver com o olfato. Estudo mostra como a maconha age sobre o bulbo olfativo.

Em algumas regiões do Brasil, o termo larica se refere a qualquer lanche, a uma refeição, a uma boquinha. Já em outras, a palavra é carregada de um significado mais específico: a intensa vontade de comer que toma conta do usuário de maconha após consumir a planta.

A causa do aumento do apetite, conforme um estudo internacional publicado na revista Nature Neuroscience, não está ligada a nenhum componente secreto da maconha. A substância responsável pelo fenômeno é o principal ingrediente da erva, o tetraidrocanabinol (THC).

De acordo com os experimentos realizados em ratos, o THC aguça a percepção dos bulbos olfatórios. Isso coloca o organismo em um grau apurado de sensibilidade para o olfato e também o paladar. Cheiros e sabores ganham relevância no cérebro, o que estimula a vontade de comer.

Os camundongos submetidos à pesquisa foram divididos em dois grupos. Alguns receberam doses de THC, enquanto outros não. A todos, foram oferecidas porções de banana e óleo de amêndoas. Os cientistas puderam observar, então, que os ratos sob efeito do ingrediente da maconha gastavam mais tempo cheirando o alimento, e comiam mais do que o outro grupo.

O cérebro só reconhece a ação do THC se possuir o endocanabinóide, receptor da substância. Em seres humanos, o sistema endocanabinóide tem um papel importantíssimo, ajudando a controlar dor, emoções, sensibilidade e memória, além do apetite. É por esta razão que o uso da maconha causa tantas alterações peculiares.

Alguns dos ratos usados nos testes foram geneticamente modificados para não possuir os receptores endocanabinóides. No caso deles, o THC não produziu nenhum efeito. [Gizmodo / Nature / Motherboard]

Via Hype Science

Na Pontinha… 

As pesquisas a respeito da erva ainda estão engatinhando, mas os cientistas esperam que, à medida que a ação da maconha seja desvendada, mais usos médicos ela proporcione. Por enquanto, o uso medicinal da droga em pacientes com câncer ou portadores do vírus HIV ajuda, também, a aumentar o apetite. E agora você já sabe por quê!

Qual é a sua opinião quanto ao uso da maconha como um estimulador de apetite em pacientes? Comente!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here