Os números chegam ao nível mais alto desde que a pesquisa começou a ser feita, em 1987

A legalização da maconha recebeu o apoio de 55% dos americanos entrevistados em uma pesquisa divulgada hoje pela rede de televisão CNN e o instituto ORC. Esta é a primeira vez em décadas que a maioria dos americanos apoia a liberação da droga.

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 5 de janeiro, dias depois da legalização da maconha para fins recreativos no Estado do Colorado. Dentre as 1.010 pessoas ouvidas pelo levantamento, 44% são contra. Os números chegam ao nível mais alto desde que a pesquisa começou a ser feita, em 1987.

Há 27 anos, apenas 16% dos americanos eram favoráveis à maconha, percentual que subiu para 26% nove anos depois, 34% em 2002 e 43% em 2012. O maior apoio está entre os entrevistados com idades entre 18 e 34 anos (66%), seguidos pelos entre 34 e 49 (64%). A margem de erro é de três pontos percentuais.

O respaldo também é maior em regiões tradicionalmente mais liberais, como o nordeste e o oeste americanos, com 60% e 58% respectivamente, e entre democratas e independentes. Outro número que reflete a mudança de tendência desde 1987 foi o número de pessoas que consideram fumar maconha moralmente errado.

Na época, 70% da população americana considerava a droga como algo errado. Hoje, o número foi reduzido para 35%. Este poderá se tornar um dos principais argumentos dos defensores da legalização da maconha no país.

Via Diário do Nordeste