Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Profissão Repórter que vai ao ar nesta terça-feira*, 29 de outubro, vai abordar sobre um tema de muita polêmica no mundo: a liberação das drogas.

Depois de defender a legalização da maconha, Caco Barcellos, jornalista e diretor do programa que preenche as noites de terça na grade da Globo, traz uma edição do “Profissão Repórter” que vai explanar a situação nos países que optaram por uma mudança na lei de drogas.

Afinal como o próprio Caco disse,
— “Pior do que está não pode ficar. A cachaça mata mais que a maconha. Isso tem que ser tratado como uma questão de saúde pública e não de polícia, como vem sendo tratado.”

O programa mostrará as experiências de países que mudaram as leis e que hoje permitem o uso e comércio da erva. Caco Barcellos e sua equipe traçam um mapa pelo mundo em busca da resposta para a seguinte pergunta: A liberação das drogas poderá diminuir a violência?

Vamos ficar de olhos bem abertos para não permitirmos uma manipulação da verdade. No programa de hoje será exibida a situação uruguaia, como as pesquisas mostram que a maioria da população é contra a liberação das drogas. Em Portugal, desde 2001, ninguém pode ser preso por usar drogas. No Colorado, nos EUA, a equipe parte em busca de uma plantação com 30 tipos de maconha para ser vendida como medicamento aos dispensários e pacientes locais.

Via Profissão Repórter

*Programa vai ao ar, logo após Pé na Cova

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

5 COMENTÁRIOS DESBARATINADO

  1. O programa acabou, achei boa a iniciativa mais faltou muita coisa , ficou muito vago .
    Pelo programa ser brasileiro, eles não falaram do brasil … nem na sociedade nem em questões politicas.
    Sei que em alguns paises estao acontecendo mudanças muito significativas , mas a questão no brasil ainda esta muito precaria em questão disso.

    aqui o usuario ainda é tratado como bandido.
    isso DEVERIA ser tratado no programa.

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here