Você está lendo

Maconha e desmatamento da Amazônia

Nos últimos dois anos, o Brasil foi um dos países que mais combateu emissões de carbono no mundo. O governo anunciou que o desmatamento na Amazônia atingiu o menor nível desde 1988, quando começou o monitoramento. Mesmo com essas vitórias, nesse ritmo, as florestas vão acabar.

Agora, qual é a finalidade do desmatamento? Fazer papel e construir casas. Árvores de 200 a 500 anos de idade são derrubadas para casas que vão durar 50 anos. Árvores centenárias são cortadas para fazer papel.
Tudo isso pode ser produzido pelo cânhamo. Tábuas compensadas de fibra de maconha são muito mais resistentes e flexíveis que as tábuas compensadas de madeira. De pranchas a tábuas, o cânhamo é a melhor alternativa em produtos de construção. Até cola para produtos compensados na construção pode ser fabricado a partir do cânhamo.

Leia também:  O passado e o futuro

A maconha é o grande remédio para o desmatamento da Amazônia e a paz das florestas. Deixando a ideia florescer e baseado nesses dados, vamos destruir os preconceitos contra a planta e salvar o PLANETA. Viva as mesmas letras do cânhamo e da maconha!

André Barros

Advogado da Marcha da Maconha, mestre em ciência penais, Secretário-Geral da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ e membro da Comissão de Direito Penal do Instituto dos Advogados Brasileiros.

Últimos posts por André Barros (exibir todos)

medico maconha

Comente

Escreva seu comentário