Ativista pela legalização da maconha no Chile descarta candidatos e indica Legalização com folha da maconha.

maconhaeleicaochilereprodMesários da Escola Básica Fernando Alessandri Rodríguez, de Santiago, foram supreendidos ao contabilizar os votos das eleições presidenciais chilenas, realizadas no domingo. Ao abrir uma cédula, eles encontraram uma folha de maconha.

Além disso, em vez de marcar seu candidato, o eleitor optou por escreveu “legalização” no papel.

Sem saber o que fazer, o presidente da mesa guardou a folha de maconha – que provocou um acesso de riso nos integrantes da mesa – junto com a cédula.

Aqueles que marcaram seus candidatos decidiram por levar ao segundo turno a ex-presidente socialista Michelle Bachelet, que obteve 46,69% dos votos, e Evelyn Matthei, que obteve 25%. O segundo turno acontece no dia 15 de dezembro.

Via Terra

Na Pontinha…

Se fosse possível no Brasil, poderia ser uma boa ideia!