A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal debate na próxima segunda (25/8)  a Sugestão nº 8/2014 – SUG 8/2014 -. O debate terá foco na regulamentação da maconha sob a ótica da saúde. Compareça e participe virtualmente sua colaboração é essencial.

terceira Audiência Pública para tratar debater a regulamentação, sob o ponto de vista da ciência e da saúde pública, será realizada no dia 25 de agosto de 2014, segunda-feira, às 9 horas, no Plenário nº 2, Ala Senador Nilo Coelho, Anexo II, Senado Federal.

Foram convidados para compor a mesa “Estado da arte do debate a partir da ciência e da saúde pública”:

  • Dr. Drauzio Varela, médico e pesquisador [ não compareceu ]
  • Dr. Roberto Lent, neurocientista e professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro [ não compareceu ]
  • Dr. Renato Malcher Lopes, neurocientista e professor adjunto da Universidade de Brasília
  • Dr. Pedro Paulo Gastalho de Bicalho, coordenador do Conselho Nacional de Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia, [ não compareceu ]
  • Sra. Nara Santos, Assessora do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime
  • Dra. Ana Maria Costa, presidente do Centro Brasileiro de Estudos da Saúde [ não compareceu ]
  • Vladimir de Andrade Stempliuk, membro da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia

 CONTINUE CONTATANDO O SENADO PELO TELEFONE E PELA INTERNET!!!

Na última Audiência Pública foi essencial a participação do público manifestando apoio pela internet e através do Alô Senado, esclarecendo pontos chaves e principalmente desmentindo as balelas proibicionistas, o que acalorou o debate virtualmente.

Enquanto a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aguarda parecer de Cristovam, relator da matéria, para decidir se a sugestão se tornará um projeto de lei o lobby proibicionista, segue articulando fortemente para barrar a possível regulamentação da maconha.

É muito importante a presença de todas(os) que possam ajudar efetivamente no aprofundamento do debate a partir de evidências científicas e sem preconceitos, como o neurocientista Renato Malcher, que é quem faz o convite desta vez.

“Atenção pessoal, por favor, COMPAREÇAM, leiam, se preparem para defender o bom senso e a vida com conhecimento e serenidade. Muitas pessoas estarão lá para trazer visões assustadoras e mal embasadas com a intenção de desacreditar a ciência que dá suporte ao uso medicinal da maconha e, por conseguinte, ao direito de as pessoas buscarem alívio para muitos sofrimentos severos e melhoria nos sintomas e prognósticos de inúmeras doenças graves.”

Aproveitamos e deixamos o pedido a todos os pais e familiares de pacientes, que necessitam do uso medicinal da maconha, que compareçam a 3ª Audiência Pública e exponha a sua luta como fez Fábio pai de Clarian que sofre da Síndrome de Dravet. O óleo da Cannabis (maconha) tem detido as crises da doença e reduzido os efeitos colaterais dos outros medicamentos. Ele defende o uso medicinal da Cannabis (maconha), a liberação de seu uso e pede que sejam realizadas pesquisas para encontrar outros usos terapêuticos para a Cannabis.

O público de casa também pode participar do debate por meio do portal do senado, pelas redes sociais e por telefone através do Alô Senado no Telefone: 0800-612211.

Facebook: alosenadofederal
Twitter: @AloSenado
Portal e-Cidadania: https://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaoaudiencia?id=2561 ~ //bit.ly/audienciainterativa

Acompanhe a tramitação da SUG Nº 8/2014 em //bit.ly/CDHSUGMaconha

Acompanhe ao vivo pelo canal do Senado Federal na internet  (Copie e cole na hora da audiência o link no seu navegador). //drix.senado.gov.br/tv6

Assista a entrevista do Senador Cristovam Buarque, depois da segunda Audiência Pública da SUG 8, no programa Argumento da TV Senado e veja como a sua manifestação pode influenciar na decisão do Senador.

  • Descriminalizar a mente humana é o primeiro passo pra legalização