Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Estado do Colorado legalizou a droga e fará plebiscito sobre a carga tributária, mas prefeito de Denver quer adicional de 5% a 10%

Os eleitores do Estado de Colorado, nos Estados Unidos, vão decidir em um plebiscito em novembro sobre qual deve ser o imposto cobrado sobre a maconha vendida para fins ‘recreativos’.

É possível que o imposto vá além do que os consumidores imaginavam na Capital, Denver, onde o imposto pode chegar a 35%.

Na votação estadual, o imposto deve ser fixado em 25%, mas o prefeito de Denver, Michael Hancock, quer um adicional de 5% a 10%. Hancock disse que o dinheiro é necessário para pagar os custos de regulação da droga.

Os críticos reclamam que a alta carga tributária poderia destruir uma nova indústria já aprovada pelos eleitores. O Conselho Municipal de Denver tem até agosto para decidir se o imposto adicional será colocado em votação.

Em novembro do ano passado, os eleitores do Colorado e Washington se tornaram os primeiros dos Estados Unidos a aprovarem o uso recreativo da maconha.

O governo federal ainda considera a droga um narcótico ilegal e perigoso. Autoridades norte-americanas ainda estão avaliando como responder aos movimentos pela legalização.

Apesar da aprovação da legalização no Colorado, a legislação federal mantém a proibição de uso da maconha em público.

Na última ‘marcha da Maconha’ em Denver, em abril deste ano, três pessoas ficaram feridas durante um tiroteio durante a manifestação organizada pelos defensores da legalização.

1044519_616934061664888_25702570_n
Fonte: Estadão

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

Não há comentários ainda, seja o primeiro a comentar!