Uma mãe, residente do Colorado, que só está tentando ajudar seu filho a combater o câncer, pode perder a sua guarda por recusar tratamentos de quimioterapia para seu filho e medicá-lo com produtos a base de Maconha.

Uma petição no site change.org endereçada ao Governador, a polícia de Colorado Springs, Departamento de Serviços Humanos e Hospital Infantil visa reconhecer a Cannabis como um tratamento para o câncer. A mãe não é criadora da iniciativa, mas assinou depois que ela e seu filho mudaram-se para Colorado Springs afim de se beneficiarem das leis do Estado sobre Maconha Medicinal.

Landon Riddle tem apenas 3 anos e sua mãe conta que ele foi diagnosticado com Leucemia. Após receber o diagnóstico que teria poucos dias de vida, ele foi submetido a tratamentos de quimioterapia e radioterapia. Sua mãe, Sierra Riddle, diz que os tratamentos ajudaram a reduzir os tumores, mas tornaram seu filho muito doente, incluindo terrores noturnos. A quimioterapia foi interrompida e a mãe passou a medicar a criança com cápsulas de óleo de cannabis.

“Estou disposta a fazer tudo o que eu tenho que fazer para garantir que meu filho viva mais um dia, alcance o alívio e a qualidade de vida que ele merece”, Disse a Mãe.

Landon agora parece mais saudável e está se sentindo muito melhor, mas em uma nota postada pela mãe, ela afirma: ” Querem tirar o meu filho de mim, porque eu estou recusando tratar-lhe com quimioterapia!”

Isso aconteceu após a consulta com um médico no dia anterior .” Eles não vêem a cannabis como um tratamento para o câncer.”

O óleo é um concentrado da planta Cannabis, que não contém o ingrediente psicoativo THC .

“A Cannabis, assim como a morfina, é um medicamento”, disse Sierra Riddle ” Não é apenas uma droga , é um medicamento, e é um medicamento que ajuda o meu filho para lutar contra o câncer.”

Petição
Tradução: SmokeBud
Fonte: CBS Denver

  • Leone Dallalana

    Não concordo com a mãe, a cannabis ajuda os pacientes a aguentar o tratamento da quimioterapia da melhor maneira possível, mas substituir o tratamento só pela cannabis não vai ajudar a criança se curar… Mas quem sou eu pra falar oque é certo ou errado pra essa mãe.

  • Carlos Prado

    Há remédios muito mais alucinogenos e com efeitos coletarais muito mais graves do que a macoha pode gerar. Deve-se deixar de preconceito e alavancar as pesquisas quanto ao uso desta planta em trratamentoa assim como qualquer outra. Claro que também não se pode achar que a maconha é a solução para tudo e que não há mal algum. Pode haver efeitos colaterais para algumas doenças. Não sei se a simples substituição de um tratamento quimioterápico por oleo de cannabis oferece os mesmos beneficíos de antes da troca, é bom a mãe saber o que está fazendo. Mas quem é o estado para dizer como a mãe deve zelar pela sua criança. Os pais são os únicos que podem reclamar a zeladoria de um incapaz, não podendo somente atentar contra a vida deste.