As Marchas da Maconha já se espalham pelo país desde o mês passado, tendo a de São Paulo como uma das maiores, mais belas e pacíficas manifestações dos últimos registros da luta canábica, levando para as ruas 15 mil pessoas em prol do gererê, no último dia 26.

O Ativismo chega abrindo maio verde com 4 marchas por 3 cidades brasileiras. Saiba onde serão os atos em Atibaia, Recife e Rio de Janeiro. Confira agora as Marchas deste fim de semana e venha para rua você também!

Dando continuidade ao quadro do ativismo canábico nacional, o mês de maio tem uma enorme importância na luta pela legalização da maconha. Maio será o mês que a maioria das cidades brasileiras vai às ruas pedir a regulação da erva no país e uma nova política de drogas.

Flyer I Festival Canábico de PernambucoA galera de Atibaia, que a cada ato mostra sua importância e força na luta canábica, marcha no dia 03. Organizada pelo coletivo antiproibicionista Alterando a Consciência, a galera se concentra na Praça da Matriz, a partir das 15 horas, e saí em marcha às 16:20 até o Centro de Convenções da cidade. Acesse o evento no Facebook clicando AQUI.


Recife
sai às ruas no dia 04, concentrando a partir das 14hrs, na praça do Derby, o ato contará com a intervenção de vários movimentos sociais, prometendo um “grande arrastão cultural”, com a colaboração do Maracatu Tambores de La Revolucion que proporcionará um espaço de cultura e interação. Ao final da Marcha será realizado o I Festival da Cultura Canábica de PE, um espaço de cultura, arte, ativismo e esclarecimento. Acesse o evento no Facebook clicando AQUI.

Maratona pela legalização no RJ

Flyer ZOesteRio de Janeiro marcha pela legalização de ponta a ponta, indo do pontal, passando pela Ilha, Ipanema, Niterói, São Gonçalo e Nova Iguaçu, deixando o mês de maio mais verde na cidade maravilhosa.
Quem dá o ponta pé inicial das marchas da maconha no Rio de Janeiro, esse ano, é a galera da Zona Oeste Carioca. No dia 03, uma semana antes da tradicional Marcha da Maconha em Ipanema, acontecerá pela primeira vez a Marcha da Maconha Zona Oeste. Uma convocação da Marcha, para fortalecer e ampliar o movimento contra a atual lei de drogas. A concentração começará às 14h20, na Praça Pontal Tim Maia (posto 12 da praia do Recreio) com oficina de faixas, personalização de camisas, intervenção cultural e roda de conversa, a saída acontece na hora da marola, às 16:20, até o posto 10, no Recreio dos Bandeirantes. Acesse o evento no Facebook clicando AQUI.

Flyer ILHAAinda no Rio de Janeiro, só que do outro lado da Baia da Guanabara – na zona norte – a Ilha do Governador, que desde de seu crescimento urbano lida com a questão das drogas de maneira periférica e comodista, agora recebe a primeira manifestação pela legalização da maconha de sua história. O movimento pela legalização da maconha, com o apoio do Coletivo COLIG, vai às ruas no dia 04 (domingo), com concentração marcada às 14:20h, na Pista de Skate do Aterro do Cocotá e saída prevista para às 16:20h, a Ilha marchará contra a atual política de drogas. Acesse o evento no Facebook clicando AQUI.

Esse ano a Marcha da Maconha do Rio de Janeiro, que ocorre no dia 10, às 14:20 no Jardim de Alah, será composta por alas e blocos. Confira abaixo algumas alas que estão convocadas:

Ala Feminista

https:https://www.facebook.com/events/230537577137647

Ala LGBTT
https:https://www.facebook.com/events/1429614877290224

Ala Psicodélica
https:https://www.facebook.com/events/468414769956784

BECK BLOCK
https:https://www.facebook.com/events/308058269348191

Ala UERJ
https:https://www.facebook.com/groups/1410401339226097

Bloco da Limpeza
https:https://www.facebook.com/groups/279972675503836

Ala FIFA GO HOME
https:https://www.facebook.com/events/231909467005788/

Junte-se a uma das Alas da Marcha da Maconha no próximo dia 10 de maio, às 14h20 no Jardim de Alah:
https:https://www.facebook.com/events/628265767253929

O mês de maio conta com muito mais manifestações em prol da erva e você pode conferir cada localidade verificando o mapa com as Marchas da Maconha espalhadas pelo Brasil.

Ilustração de capa Allan Siber