Dr. André Barros, mestre em ciências penais, advogado da Marcha da Maconha e membro do coletivo Fumus boni iuris, convoca a todos para celebrar o encontro da RENCA e o aniversário de 70 anos do nascimento de Bob Marley, numa edição especial da Marcha da Maconha, que será realizada na próxima sexta-feira (6/2), na estação Uruguaiana, rumo à Candelária fortalecendo o 6º Ato contra o Aumento das Passagens, no centro do Rio de Janeiro.

Aproveitando a 9ª Bienal da União Nacional dos Estudantes que está acontecendo no Rio de Janeiro, ativistas e coletivos de todo o Brasil realizaram o encontro da RENCA – Rede Nacional pela legalização da Maconha. Sem mesa, tudo em roda, os temas relacionados à legalização da maconha e às lutas antiproibicionistas rolaram soltos nas cabeças.

No primeiro ponto, importantes questões sobre a conjuntura nacional da maconha foram passadas na grande roda. O retrocesso sobre as apreensões de bonés e camisas com a estampa da maconha foi levantado. Voltar a divulgar o julgamento da Marcha da Maconha de 15 de junho de 2011, para dar nova visibilidade à nossa histórica vitória no Supremo Tribunal Federal e informar a todo Brasil que o evento está liberado, foi outra proposta. O Tribunal mais importante do país declarou que podemos fazer Marchas da Maconha, porque estamos garantidos pela Constituição Federal. Destacou-se, do voto do respeitadíssimo Ministro Celso de Mello no julgamento, a questão do uso da estampa da maconha: “ Igualmente, não configura o crime deste art. 287 a conduta daquele que usa camiseta com a estampa da folha da maconha, por ser inócua a caracterizar o crime e por estar abrangida na garantia constitucional da liberdade de manifestação do pensamento.”

No segundo ponto, discutimos eventos e atitudes machistas no movimento da maconha. A ala feminista da Marcha colocou o dedo na ferida e apresentou toda a sua indignação. As muitas mulheres estão mostrando a importância da desconstrução coletiva do machismo em cada um de nós. Venho aprendendo muito com as mulheres da Marcha da Maconha e isso é de extrema importância para o nosso crescimento individual e coletivo rumo a uma legalização realmente libertária.

marcha-da-maconha-ed-especial-bobReforçamos a nossa organização nacional e, no último ponto, debatemos a necessidade de aumentar o número de eventos nas cidades brasileiras e o crescimento das grandes Marchas nas capitais para avançar na legalização da maconha no Brasil.

E, para comemorar esse grande encontro e os 70 anos de nascimento de Bob Marley, faremos uma Marcha da Maconha, que vai encontrar o ato contra o aumento das passagens, para levar o nosso grito: AH/ MAS QUE VERGONHA/ A PASSAGEM TÁ MAIS CARA QUE A MACONHA!

Acesse o evento, confirme presença e compareça: https:https://www.facebook.com/events/1407853256178163/?fref=ts

Concentração às 16h20 na Av. Presidente Vargas na altura da Estação de metrô Uruguaiana. De lá sairemos rumo à Candelária, para fortalecer o 6º Ato contra o Aumento das Passagens: https:https://www.facebook.com/events/619831828160960/