O Parlamento do Marrocos iniciou uma série de audiências informais para abrir caminho para um possível uso industrial e medicinal da maconha.

Este seria o primeiro passo para avançar na legislação que autoriza a produção em certas circunstâncias especiais.

De acordo com as Nações Unidas, ONU, Marrocos é um dos maiores produtores de haxixe do mundo, um derivado da maconha que é muito popular no Oriente Médio.

Embora seu cultivo seja proibido desde 1970, a maconha é uma das principais fontes de dinheiro para os agricultores do norte.

Os defensores da legalização argumentavam que a legalização favoreceria os produtores e afetaria os traficantes que lucram com a rentabilidade no mercado negro.

Tradução: SmokeBud
Via BBC Mundo