Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Governo chileno pretende tirar maconha da lista de drogas pesadas. País deve ainda estudar uso médico da erva. As informações são do jornal O Globo

O novo governo chileno pretende respaldar um decreto para tirar a maconha da lista de drogas pesadas e avaliar seu uso terapêutico. A reforma da lei de drogas foi impulsionada pela equipe do ex-presidente Sebastián Piñera e está pronta para ser assinada por sua sucessora, Michelle Bachelet, segundo funcionários do governo.

— Isso é um tema de segurança cidadã e de saúde pública. É preciso modificar o regulamento. Creio que como droga pesada isso vai ser modificado — disse nesta terça-feira a nova ministra da Saúde, Helia Molina.

Leia também:  Texas abre espaço para a legalização da maconha

A reforma da lei de drogas foi apresentada este mês através de um decreto do Serviço Nacional para a Prevenção e Reabilitação do Consumo de Drogas e Álcool (Senda) e estaria pronta para a assinatura de Bachelet. Apesar disso, a diretora da Senda que está deixando o cargo, Francisca Florenzano, manifestou diferenças com a nova ministra da Saúde.

— De certa maneira, não estou de acordo com a nova ministra, que tenta minimizar absolutamente a maconha como não sendo droga, inclusive num nível mais baixo do que o tabaco — assegurou a funcionária, ressaltando a necessidade de informar os danos provocados pela erva.

Leia também:  Justiça de Los Angeles suspende app de entrega de maconha medicinal

Desde 2008, a maconha se encontra na lista de drogas pesadas na lei chilena, junto com outras substâncias consideradas altamente tóxicas e que geram um elevado nível de dependência. Foi Bachelet, durante seu primeiro mandato, de 2006 a 2010, quem colocou a maconha nessa lista. E agora deverá ser a presidente que deverá tirá-la daí.

No Chile é permitido o consumo da maconha, mas o cultivo e o tráfico é castigado penalmente.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here