Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Mandatários alegam que medida combateria o aumento do crime organizado

País perde dianteira na regulamentação da ‘cannabis’ para o Uruguai; estado americano também permite uso da substância

A legislação holandesa para o uso da maconha é tão liberal que mesmo a pop star americana Miley Cyrus não conseguiu provocar muitas controvérsias quando ela fumou a substância no ano passado durante um show em Amsterdã.

Agora, 35 prefeitos pedem autorização ao governo para que suas cidades também possam legalizar a maconha, em um momento para que a Holanda recupere a dianteira na política a favor da cannabis, agora assumida de forma ainda mais aberta por outros países.

Em um manifesto divulgado na semana passada, os mandatários de cidades como Amsterdã, Rotterdã e Utrecht argumentam que a legislação atual, que permite a venda mas proíbe o cultivo da maconha, levam os famosos coffee shops a procura de traficantes para garantir o seu abastecimento, encorajando o crescimento do crime organizado e consumindo um tempo precioso da polícia desmantelando plantações ilegais.

Um estudo divulgado pelo site de notícias Z24 destacou que a legalização total da maconha renderia ao governo o equivalente a US$ 1,4 bilhão por ano, do consumo pelo turista à tributação.

O governo, no entanto, não se sensibilizou com os argumentos.

– Concordamos com a luta contra o crime e o tráfico, mas não com o instrumento que deve ser usado – diz o ministro de Segurança e Justiça, Ivo Opstelten. Segundo ele, uma mudança na legislação não seria bem recebida pelos países vizinhos, já que a maconha cultivada na Holanda poderia ser levada para outras nações, onde o uso da substância ainda é proibida.

Mas a visão sobre a cannabis já está mudando em outras partes do mundo. Nos EUA, estabelecimentos que vendem maconha foram abertos no mês passado no estado do Colorado – o mercado movimentaria, apenas este ano, US$ 67 milhões. As novas leis estaduais regulamentam o crescimento, a venda e a tributação sobre o uso recreacional da substância, e Washington pode seguir o mesmo caminho ainda este ano.

O Uruguai, em dezembro, tornou-se o primeiro país a legalizar totalmente o consumo da cannabis.

Por Charlotte McDonald-Gibson do “Independent”
Via O Globo

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here