Nate Diaz aprontou novamente. Afastado do octógono desde a revanche contra Conor McGregor, em agosto de 2016, o polêmico lutador acompanhou o UFC em Austin, nesse domingo, da plateia. Ao ser filmado, o californiano acendeu um cigarro de maconha. A imagem foi cortada rapidamente da transmissão oficial do evento realizado no Texas, estado em que a maconha é permitida somente para fins medicinais.

Nate Diaz e o irmão Nick são defensores do uso da maconha. Os ‘encrenqueiros’ inclusive, têm uma linha de maconha fornecida pela Silva State Trading, empresa com sede em Las Vegas e especializada na distribuição da erva para auxiliar em tratamentos e com fins terapêuticos. Nick Diaz já foi flagrado com maconha três vezes em exames antidoping no MMA. Já Nate não caiu em exames antidoping, mas teve problemas com as autoridades.

Apesar dos vários rumores de retorno ao octógono, Nate Diaz rejeitou várias ofertas do UFC e não luta desde a derrota na revanche contra Conor McGregor, por pontos. O californiano – que chegou a disputar o cinturão dos leves, mas acabou batido por Benson Henderson, em 2012 – teve a popularidade ampliada depois de vencer de forma surpreendente o primeiro duelo contra o astro irlandês, por finalização, em março de 2016. Recentemente, ele foi cotado como desafiante de Tyron Woodley pelo cinturão dos meio-médios, mas o presidente do Ultimate, Dana White, descartou a possibilidade.

Escreva seu comentário

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here