Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O número de vítimas que teriam morrido de overdose era de um jornal de sátiras

A internet é um ótimo meio informativo, mas se não for utilizada com cuidado até você pode cair numas sátiras, como aconteceu com o chefe de polícia em Maryland. Confira o caso, as informações são do portal Terra.

Um chefe de polícia de Annapolis, capital do estado de Maryland, EUA, ‘se enganou’, na última terça-feira, 25, ao citar uma notícia dada por um jornal de sátiras, ao se posicionar contra a descriminalização da maconha no estado. As informações são do jornal local Capital Gazette.

“Durante o primeiro dia pós-legalização da maconha, o estado do Colorado registrou 37 mortes decorrentes de overdose”, disse o chefe de polícia Michael Pristoop.

Aperte e leia: O Papa não fumou maconha! Conheça a verdadeira história

Pristoop foi rapidamente corrigido pelo senador Jamie Raskin, que destacou que a estatística havia sido dada por um jornal que faz sátiras, o The Daily Currant. “Faz sentido que esse tenha sido o primeiro artigo a ter chamado a atenção dele, porque não existem dados que apoiem a sua posição”, disse Raskin.

“Se essa foi uma citação errada, então eu reconhecerei meu erro , mas essa é a informação que me foi dada”, disse o chefe de polícia.

No Colorado, a venda de maconha para uso recreativo teve início em janeiro deste ano. Em Maryland, o consumo de maconha é ilegal, mas a questão está em debate.

Na Pontinha… 

Vale lembrar que maconha nunca matou, nem pelo seu uso e nem de rir. As mortes que o proibicionismo costuma pregar, nunca foram e dificilmente serão comprovadas de maneira científica, por que a  MACONHA NÃO MATA!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here