Ross Ulbricht é acusado de ser o dono Silk Road, fechado pelo FBI no fim do ano passado

Nesta quarta-feira (5), a promotoria do estado de Nova York (EUA) indiciou formalmente o americano Ross Ulbricht por crimes de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e formação de quadrilha. Ulbricht é acusado de controlar o site Silk Road sob o codinome de Dread Pirate Roberts.

Segundo a revista Forbes, a acusação de formação de quadrilha é particularmente grave e, somada aos outros crimes, pode gerar uma condenação de prisão perpétua para Ulbricht.

À Forbes, a defesa de Ulbricht diz que ele não é Dread Pirate Roberts e que alegará inocência no julgamento, ainda sem data marcada.

Silk Road movimentava milhões

Ulbricht foi preso em outubro do ano passado, quando uma operação do FBI fechou o Silk Road, considerado o maior site de venda de drogas da internet. Segundo os agentes, o Silk Road movimentava quase R$ 100 milhões por mês com venda de drogas. A única moeda aceita no site era o bitcoin.

Os agentes do FBI investigaram o site por quase um ano e também suspeitam que Ulbricht possa ter mandado assassinar seis pessoas. Um dos casos está sendo tratado em um processo separado, mas nos outros cinco não houve provas suficientes para abrir um processo.

Desde o fechamento do Silk Road, três outros administradores do site foram presos. Há uma semana, Charlie Shrem, gestor do mercado de bitcoins BitInstant, também foi preso por supostamente ter ajudado a lavar dinheiro de compras de drogas feitas no Silk Road.

Via IG