Novas estatísticas mostram que, enquanto o consumo de cocaína caiu pela metade nos Estados Unidos, o uso da maconha aumentou. Segundo pesquisadores o crescimento está relacionado a substituição no uso de drogas mais pesadas pela maconha. As informações são da HypeScience

Sim, de acordo com um novo estudo norte-americano. Pesquisadores do grupo RAND Drug Policy Research Center, nos Estados Unidos, afirmam que o uso crescente da maconha está diretamente relacionado à diminuição do consumo de outras drogas bem mais pesadas, como cocaína e metanfetamina, que tem efeitos devastadores e podem levar à morte.

O consumo de cocaína e metanfetamina aumentou durante a primeira metade da última década nos Estados Unidos, e caiu na segunda metade. Durante o último período, o uso da maconha aumentou significativamente, de acordo com dados do novo levantamento feito pelo Escritório de Política Nacional de Controle de Drogas da Casa Branca.

O relatório mostrou que, entre 2006 e 2010, o consumo da maconha aumentou em 30% entre os americanos, enquanto o consumo de cocaína caiu pela metade. O uso de metanfetamina aumentou drasticamente durante a primeira metade da década e, em seguida, diminuiu, embora não haja informações suficientes para estimar o uso da droga nos últimos anos. O consumo de heroína permaneceu relativamente estável durante toda a década.

Como o estudo só gerou estimativas até 2010, ainda não há dados sobre o consumo de heroína – que parece estar aumentando nos Estados Unidos –, nem as consequências da legalização da maconha nos estados de Colorado e Washington.

O aumento no uso da maconha parece estar relacionado com o aumento do número de pessoas que relatou consumir a substância diariamente – ou quase todos os dias. [MedicalXpress/Science 2.0]