Desde o último dia 05 de janeiro, um “jornal” italiano noticiou a informação que vem bombando aqui pelas redes sociais: A suposta declaração do Papa Francisco em que relata ter fumado maconha em 1954 em Córdoba. A mentira (hoax) passou a ser noticiada como verdade em diversos sites da mídia tradicional e alternativa, e foi desmentida por nós em primeira mão. Confira!

O artigo na integra…

“O encontro foi por acaso em um curso da Missa Crismal da Quinta-feira Santa e no almoço que foi oferecido depois, pelo Bispo, juntamente com um grupo de sacerdotes, como regra uma antiga tradição.

O Papa Francisco, se juntou ao grupo de sacerdotes de surpresa. Na mesa, junto com o Santo Padre, estavam oito sacerdotes da diocese romana e ao conhecer os jovens sacerdotes, agiu de acordo com sua experiência como diretor espiritual no seminário, e respondeu uma série de perguntas feitas pelos jovens presentes.

“Em 1954, quando eu era um segurança de um pé sujo em Córdoba, eu me permiti fumar um baseado oferecido por alguns amigos”, disse o Papa.

“Eu não julgo quem usa drogas leves, mas não concordo com o governo argentino que vem trabalhando uma possível legalização, mesmo que em pequenas quantidades para uso pessoal”, finalizou o líder da Igreja Católica”

Só que não, o Papa não fumou um!

Isso mesmo, longe de cortar a Brisa Papal que se espalhou feito fumaça na rede. O SmokeBud tem por tradição, métrica e compromisso não noticiar, mesmo que um fato marcante, sem ao menos buscar a fundo algo mais concreto e realista.

O Papa “fumar um” seria ótimo, demonstraria a diversas mentes proibicionistas que a erva é santa e que seu consumo é tão permitido quanto o sangue de cristo, o vinho de toda celebração eucarística.

Em cima de pontos chaves como a declaração do pontífice, durante a visita ao Hospital São Francisco de Assis (RJ), quando veio ao Brasil participar da JMJ, que criticou projetos de regulamentação das drogas na América Latina, como o do Uruguai, além da sua marcante declaração acusando os traficantes de serem os “Mercadores da Morte”, mas esquecendo do presidente da Ambev, como bem colocado em uma entrevista à Folha de S.Paulo pelo Delegado da Polícia Civil do RJ, Orlando Zaccone, foi possível desmontar a veracidade da informação.

Um ponto essencial que os propagadores da FALSA NOTÍCIA pecaram (comecem a rezar o terço) foi a de não pesquisarem em meios mais confiáveis uma informação como essa ou ao menos procurar saber em que linhagem jornalística o Site Satírico italiano trabalha, como ele no Brasil temos o Diário Pernambucano, Jornal VDD, G17 entre outros.

O jornal Corriere é uma espécie de jornal online que alterna a publicação de artigos reais com outras publicações falsas, com tom satírico e deliberadamente sensacionalista: E para provar o quão simples era, bastava terem analisado algumas notícias e reparar na parte inferior do site com a frase:

roda pé papa pop

Na tradução para português: Jornal “Del Corriere” é um site satírico e, portanto, alguns dos artigos nele contidos são para ser considerado como tal. Os editores não querem ofender ninguém.(…)

 

Enfim, queríamos que o Papa fosse “Pot” e que, além de ter fumado um em 54, continuasse a fazer o uso inclusive religioso da erva, saudando e quem sabe alterando a situação de um homem que não é o Papa, mas é santo e está pagando erroneamente por um crime que não cometeu, por ter a sua liberdade religiosa violada como o Rás Geraldinho da Primeira Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil.

 

Nosso compromisso e seriedade em levar informações verídicas, às vezes nos faz deixar de publicarmos algo que gostaríamos, porém, nossa responsabilidade com você, leitor, é muito maior que várias ”curtidas”.

O SmokeBud sempre em busca da verdade e do melhor para você! 

Algumas fontes…

Por Dave Coutinho